• Enviar esta página
  • Imprimir esta página

Medalha Florence Nightingale: homenagem aos enfermeiros e auxiliares de enfermagem extraordinários - ganhadores de 2011

13-05-2011 Reportagem

Trinta e nove enfermeiros de 19 países foram premiados com a Medalha Florence Nightingale, que reconhece a coragem e a devoção expecionais às vítimas de conflitos armados ou de desastres naturais. Também reconhece o serviço exemplar ou o espírito pioneiro nas áreas de saúde pública ou formação do enfermeiro.

Os vencedores deste ano são da África, Ásia, Oriente Médio, Europa, Oceania e Américas. Foram indicados pelas respectivas Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e selecionados por uma comissão composta pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha, pela Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e pelo Conselho Internacional de Enfermeiros.

AUSTRÁLIA

1. Noela Davies . Enfermeira e parteira habilitada. Trabalha na área de saúde pública e em situações de conflito.

AZERBAIJÃO

2. Vafa Amirova. Enfermeira-voluntária do comitê do Crescente Vermelho do Azerbaijão do bairro de Nizami. Trabalha em situações de desastre e na área de saúde pública.

BELARUS

3. Ludmila Lelikova . Enfermeira responsável por visitar pacientes em atendimento domiciliar na Cruz Vermelha da Belarus, no bairro de Lenin, na cidade de Mogilev. Trabalha nas áreas de saúde pública e formação do enfermeiro.

REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA

4. Sylvie Joséphine Ngouadakpa . Enfermeira habilitada. Diretora do Instituto Universitário de formação paramédica da Cruz Vermelha Centro-Africana. Trabalha na área de formação do enfermeiro.

CHINA

5. Yufeng Sun   .     Enfermeira habilitada. Diretora-adjunta do Departamento de Enfermagem, do Hospital de Doenças de Pele de Xangai. Trabalha nas áreas de saúde pública e formação do enfermeiro.

6. Zhang Liyan   . Enfermeira habilitda. Diretora do Departamento de Enfermagem do Hospital Geral das Forças Policiais Armadas Populares da China. Diretora Executiva da Associação Chinesa de Enfermagem. Trabalha na área de desastres e situações de conflito e na formação do enfermeiro.

7. Shengrong Chen   .     Enfermeira e parteira habilitada. Enfermeira-chefe do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital Geral de Nanquim, da Região Militar de Nanquim. Trabalha em situações de conflito e na área de saúde pública.

8. Rongxiu Chen   .     Enfermeira habilitada. Diretora do Centro de Controle de Qualidade de Tianjin. Diretora do Centro de Serviço Voluntário do Instituto Médico-Universitário do Câncer e Hospital de Tianjin. Trabalha em situações de desastre e na área de saúde pública.

9. Xinjuan Wu   . Enfermeira habilitada. Diretora do Departamendo de Enfermagem do Hospital Universitário da União Médica de Pequim, vice-presidente da Associação Chinesa de Enfermagem. Trabalha em situações de desastre e na área de saúde pública.

10. Xiaoying Jiang   .     Enfermeira habilitada. Reitora da Escola de Enfermagem da Universidade Médica de Fujian, presidente a Associação Chinesa de Enfermagem. Trabalha nas áreas de formação do enfermeiro e saúde pública.

11. Sheng Xiu Zhao   . Enfermeira habilitada. Diretora-Geral adjunta do Hospital Provincial Popular de Qinghai. Trabalha em situações de desastre e na área de saúde pública.

12. Yumei Suo   .     Enfermeira habilitada. Enfermeira-chefe, professora-adjunta, Divisão de Assuntos Médicos, hospital nº 4 do Exército da Liberação Popular na China. Trabalha em situações de desastre e em saúde pública.

COMORES

13. Ali Soumaili Daniel   . Enfermeiro habilitado. Coordenador nacional dos Programas de Saúde do Crescente Vermelho de Comores. Professor na Escola de Medicina e de Saúde Pública na Universidade de Comores. Trabalha nas áreas de saúde pública e de formação do enfermeiro.

14. Mohamed Soilihi Ahmed . Enfermeiro habilitado. Formado na área de saúde do Comitê Regional de Ngazidja do Crescente Vermelho de Comores. Trabalha na área de formação do enfermeiro.

COREIA

15. Mi-Ja Choi   .     Enfermeira habilitada. Diretora do Departamento de Enfermagem do Hospital Nacional de Sorokdo. Trabalha nas áreas de saúde pública e formação do enfermeiro.

16. Dra. Myoung-Hee Lee   . Enfermeira habilitada. Diretora do Departamento de Enfermagem do Hospital Nacional de Masan. Trabalha na área de saúde pública e formação do enfermeiro.

COSTA RICA

17. Dra. Eraida González Castro . Enfermeira-obstetra. Subsecretária Geral da Cruz Vermelha Costarriquenha. Trabalha em situações de conflito e desastre e na área de saúde pública.

DINAMARCA

18. Inger Hee . Enfermeira habilitada. Consultora da Prefeitura de Gentofte, Dinamarca. Trabalha em situações de desastre e conflito e nas áreas de saúde pública e formação do enfermeiro.

19. Claus Bekke   . Enfermeiro habilitado. Enfermeiro-chefe no Hospital de Campanha, Vordingborg Kassedrne, Dinamarca. Trabalha em situações de conflito e na área de saúde pública.

20. Charlotte Dong McIntyre . Enfermeira habilitada. Enfermeira-chefe do AEro Hospital, Hospital Universitário de Odense, Dinamarca. Trabalha em situações de conflito.

ESTADOS UNIDOS DE AMÉRICA

21. John Mark Burton .   Enfermeiro habilitado. Trabalha em situações de desastre.

22. Janice Lufkin . Enfermeira habilitada. Capitão e Socorrista-Chefe, da Equipe de Assistência em Desastre do Condado de Eastern Montgomery, da Cruz Vermelha Americana, filial da Pensilvância (sudeste). Trabalha em situações de conflito e desastres e na área de formação do enfermeiro.

23. Dr Cheryl Klouzal Schmidt . Enfermeira habilitada. Reitora-adjunta de Serviço da Universidade de Ciências Médicas do Arkansas, Escola de Enfermagem. Instrutora Voluntária a Cruz Vermelha Americana, Serviços de Saúde em Situações de Desastre, Saúde e Segurança. Trabalha em situações de desastre e na formação do enfermeiro.

24. Debra Williams . Enfermeira habilitada. Conselheira-chefe do State Nurse Liaison (voluntária), Cruz Vermelha Americana. Trabalha em situações de desastre e na área de formação do enfermeiro.

FINLÂNDIA

25. Päivi Irmeli Muma . Enfermeira habilitada. Representante Regional da Assistência da Igreja Finlandesa no Escritório Regional da África Ocidental, em Monrovia. Trabalha em situações de desastre e de conflito e na área de formação do enfermeiro.

HAITI

26 . Anne Marie Ferna Victor . Enfermeira habilitada. Diretrora da Organização e Desenvolvimento de Seções da Cruz Vermelha do Haiti. Trabalha em situações de desastre e na área de saúde pública.

IRÃ

27. Irandokht Rezaii . Enfermeiro habilitado. Chefe da Comissão de Mulheres no Exercício Governamental. trabalha em situações de desastre e na área de formação do enfermeiro.

JAPÃO

28. Seiko Muramatsu . Enfermeira habilitada. Presidente da Limited Liability Partnership, do Centro de Pesquisa para Atendimento Domiciliar. Trabalha na área de saúde pública.

29. Hiroko Minami . Enfermeira habilitada. Presidente da Universidade de KinDAI Himeji. Trabalha em situações de desastre e na área de formação do enfermeiro.

QUÊNIA

30. Apollo Kinyoike Barasa . Professor-enfermeiro no Hospital do CICV em Peshawar, Paquistão. Trabalha em situações de conflito.

31. Hellen Cheruto . Enfermeira habilitada. Encarregada Regional de Saúde da Cruz Vermelha, Região de South Rift. Trabalha em situações de conflito e na área de saúde pública.

NOVA ZELÂNDIA

32 .   Andrew Roy Cameron. Enfermeiro registrado. Gerente de Projeto do Hospital-Escola Al Sadr, Najaf, Iraque. Trabalha na área de saúde pública e em situações de conflito.

RÚSSIA

33. Lyubov Klokova . Enfermeira habilitada. Enfermeira-chefe da Clínica de Dependência Química e Alcóolica de São Petersburgo, clínica e membro da Superintendência de São Petersburgo, filial regional da Cruz Vermelha Russa. trabalha em situações de conflito e na área de saúde pública.

TAILÂNDIA

34. Usa Rachpreecha   .     Enfermeira habilitada e parteira. Diretora do Serviço de Enferma gem, do Hospital Memorial Rei Chulalongkorn, da Cruz Vermelha Tailandesa. Trabalha em situações de conflito e nas área de saúde pública e de formação do enfermeiro.

35. Somsiri Anongkanatrakool. Enfermeira habilitada e parteira. Divisão de Socorro da Agência de Socorro e Saúde Comunitária da Cruz Vermelha Tailandesa. Trabalha em situações de conflito e na área de saúde pública.

36. Pavinee Yuprasert . Enfermeira habilitada e parteira. Divisão de Socorro da Agência de Socorro e Saúde Comunitária da Cruz Vermelha Tailandesa. Trabalha em situações de conflito e de desastres e na área de saúde pública.

37 .   Pensiri Mekhora   . Enfermeira habilitada. Chefe da Seção de Treinamento em Primeiros Socorros do Centro de Treinamento em Primeiros Socorros e Assistência Médica da Cruz Vermelha Tailandesa. Trabalha em situações de conflito e na área de formação do enfermeiro.

38. Kamlairat Yensuchit. Enfermeira habilitada. Instrutora de Enfermagem do Departamento de Saúde Comunitária e Enfermagem Psiquiátrica da Cruz Vermelha Tailandesa. Trabalha em situações de desastre e nas áreas de saúde pública e formação do enfermeiro.

UCRÂNIA

39. Liudmila Olexandrivna Vlasova. Parteira habilitada. Voluntária aposentada. Trabalha em situações de desastre e na área de saúde pública.