• Enviar esta página
  • Imprimir esta página

Líbano: atividades em 2012

14-01-2013 Boletim do terreno

Um resumo do trabalho do CICV no Líbano (em inglês).

Conteúdo:

  • Pessoas desaparecidas e as suas famílias
  • Visitas aos detidos
  • Trabalho em conjunto com a Cruz Vermelha Libanesa
  • Apoio aos serviços de saúde
  • Difusão do Direito Internacional Humanitário
  • Assistência aos refugiados da Síria 

 

 

Quando os refugiados que vinham da Síria começaram a chegar ao Líbano, a delegação do CICV em Beirute entrou em ação, ajudando a Cruz Vermelha Libanesa a transferir os feridos, financiar o tratamento de alguns casos mais urgentes e assistir mais de 30 mil refugiados, incluindo palestinos oriundos de campos sírios.

O CICV também ajudou a garantir que os refugiados estivessem seguros no Líbano ao persuadir as autoridades libanesas a respeitarem o princípio de non-refoulement.

"Embora os refugiados não sejam uma responsabilidade primária do CICV, somos uma organização humanitária com uma longa trajetória no Líbano e na região e, claro, queremos ajudar", disse o chefe da delegação do CICV em Beirute, Jürg Montani. "Agimos onde outras agências humanitárias não puderam agir – ou, pelo menos, não de imediato - ou onde era necessário um conhecimento especializado."

Enquanto isso, o trabalho anterior do CICV no Líbano continuava. Em 2012, a organização começou a recolher dados sobre cada pessoa que havia desaparecido durante o conflito e a violência no Líbano nas últimas décadas.

O CICV também deu seguimento às visitas às pessoas detidas em presídios e outros centros de detenção para monitorar as condições em que estão detidas e o tratamento que recebem, e trabalhou com as autoridades penitenciárias no que se referia à melhoria das condições de higiene e à assistência à saúde dos detidos.

Nos campos palestinos, o CICV concluiu um programa de treinamento de cinco anos para melhorar a assistência médica nos hospitais do Crescente Vermelho Palestino e proporcionou treinamento em primeiros socorros para as comunidades e para os portadores de armas.

Ao mesmo tempo, o apoio operacional e o planejamento de contingencia conjunto com o principal parceiro do CICV, a Cruz Vermelha Libanesa, garantiram que esta Sociedade Nacional possa responder de forma eficiente a qualquer emergência.

Algumas das principais atividades do CICV em 2012:

  • recolheu informações detalhadas sobre 612 pessoas desaparecidas para ajudar a esclarecer seu paradeiro;
  • visitou 5.183 detidos em 16 centros de detenção;
  • repatriou 15 civis e os restos mortais de seis cidadãos libaneses de Israel para o Líbano na qualidade de intermediário neutro entre os dois países;
  • ministrou cursos e oficinas sobre o tratamento de pacientes com feridas por armas de fogo a mais de 150 médicos e enfermeiros que atendiam vítimas sírias;
  • financiou a reforma de dez centros para os Serviços Médicos de Emergência (SME) da Cruz Vermelha Libanesa a apoiou o treinamento de 3.783 voluntários em todo o Líbano;
  • forneceu equipamentos de informática e médicos para as estações de SME e realizou a manutenção de 168 de suas ambulâncias;
  • distribuiu suprimentos essenciais (como alimentos, colchões, cobertores, kits de higiene familiar, utensílios de cozinha e artigos domésticos) para mais de 30 mil refugiados da Síria, incluindo 10.700 palestinos oriundos de campos sírios.