Página arquivada:pode conter informações antigas
  • Enviar esta página
  • Imprimir esta página

Novo site do CICV reúne famílias dispersas

12-11-2012 Comunicado de imprensa 12/217

Genebra (CICV) – Guerras, desastres e migração separam milhares de famílias a cada ano.

Para ajudar os membros das famílias dispersas a restabelecerem contato entre si, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) lançará, em 13 de novembro,  um novo website - familylinks.icrc.org.

"Familylinks.icrc.org mudará a maneira com que as pessoas passarão a buscar os  familiares dos quais estão separados” afirma o chefe adjunto da Agência Central de Busca e Divisão de Proteção do CICV, Olivier Dubois. “Manter o contato com seus parentes tem um grande efeito no bem estar de uma pessoa e sua capacidade de enfrentar uma crise. Desenvolvemos este website simples e fácil de usar junto com as sociedades nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho para as pessoas que queiram reencontrar seus familiares durante ou após uma crise,” explica. “Alguns poucos cliques ao entrar na página colocam em contato com especialistas  que darão um seguimento pessoal aos pedidos.”

Independentemente das razões pelas quais as pessoas estejam fugindo, sejam conflitos armados, outras formas de violência, desastre natural, pobreza ou outras causas de privações, os deslocamentos podem fazer com que as pessoas se separem dos seus entes queridos.  Seja qual for o motivo das dificuldades enfrentadas, os funcionários e voluntários da rede da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho esforçam-se para assegurar que as pessoas sejam tratadas com dignidade, respeito e compaixão.

“O que faz o novo website familylinks.icrc.org especial é a maneira com que combina uma tecnologia adequada com recursos únicos,” explica Dubois. “O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho conta com uma rede de voluntários de base, inseridos nas comunidades, em praticamente todos os cantos do mundo, que buscam ativamente os desaparecidos. Nenhuma outra organização no mundo pode oferecer este tipo de serviço.”

Podemos ver um exemplo da fortaleza dessa rede de base com a história de um cidadão líbio que fugiu do seu país em 1986 e passou a viver na Suíça. Por décadas, ele esteve totalmente separado dos seus parentes e amigos. Este ano, com a ajuda do CICV e da Cruz Vermelha Suíça, ele conseguiu reencontrá-los e visitá-los na Líbia. “Ver sua família novamente após 43 anos, é como nascer de novo,” conta Al Naji, tomado pela emoção quando pisou em chão líbio.

“Muito mais pessoas poderão descobrir quais serviços estão disponíveis e como obtê-los. Creio que chegaremos a ver um aumento no número de pedidos de busca,” afirma Dubois. O novo website propiciará informações sobre os serviços de busca disponíveis em todos os lugares do mundo, dados para contato das sociedades nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e outros recursos úteis. Ao mesmo tempo em que a principal finalidade do familylinks.icrc.org será atender os pedidos de busca de familiares, o website também poderá ser de interesse para as organizações humanitárias e prestadores de serviços sociais que foram procurados pelas pessoas que querem ajuda. Também servirá como uma plataforma para intercâmbio entre especialistas na área de busca de pessoas.

De acordo com o direito internacional, as pessoas têm o direito de saber o paradeiro dos seus parentes desaparecidos. Quando apropriado, deve-se fazer todo o possível para descobrir sua localização, restabelecer contato com eles e reuni-los com suas famílias.

O CICV lançou o primeiro website desse tipo em 1996 em resposta ao conflito da Bósnia. A organização criou desde então sites ad hoc em resposta a 23 crises, sendo a mais recente relativa ao tsunami do ano passado no Japão. Durante anos, esses esforços ajudaram incontáveis pessoas a restabelecerem contato com seus parentes.

Veja imagens de vídeo sobre a história de Al Naji na plataforma videonews do CICV

Mais informações:
Dorothea Krimitsas, CICV Genebra, tel.: +41 22 730 25 90 ou +41 79 251 93 18