Página arquivada:pode conter informações antigas
  • Enviar esta página
  • Imprimir esta página

Mali/Níger: população deslocada pelo conflito foge em direção a Níger

03-02-2012 Comunicado de imprensa 12/24

Genebra/Niamei (CICV) – Quase dez mil pessoas de Mali e Níger fugiram do conflito entre o exército malinês e grupos armados nas áreas de Ménaka e Anderamboucane, no norte de Mali, nos últimos dias.

Elas encontraram refúgio na região de Tillabéry, ao norte de Níger, próxima à fronteira com Mali. Estão vivendo em condições extremamente difíceis.

"Algumas pessoas foram acolhidas por aldeãos, mas devido a que a capacidade local para abrigar as pessoas se esgotou rapidamente, muitas pessoas deslocadas tiveram de organizar acampamentos improvisados nos arredores das aldeias", disse o chefe da delegação regional do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) para Mali e Níger, Jürg Eglin. "Entre essas pessoas, há muitas mulheres e crianças. O abrigo que montaram é rudimentar e elas carecem de água e alimentos, principalmente".

Junto com a Cruz Vermelha de Níger, o CICV se prepara para distribuir milho, arroz, óleo e sal, além de lonas, cobertores, esteiras para dormir, baldes, utensílios domésticos e artigos de higiene. Além disso, o CICV hoje começou a tomar medidas com relação ao abastecimento e ao tratamento da água em Chinagodrar, onde cerca de dois terços da população deslocada está reunida.

O fluxo de pessoas deslocadas levará ao limite a região de Tillabéry, uma área desértica ao norte que já foi identificada pelo governo nigerino como a mais afetada pela crise alimentar este ano. Em janeiro, o CICV distribuiu alimentos para mais de 30 mil pessoas para aliviar os efeitos das colheitas mal-sucedidas. O CICV está realizando vários programas de socorro na área, que é propensa a crises alimentares regulares e recentemente foi afetada pela violência interétnica.

O CICV está monitorando de perto o impacto humanitário da violência armada no norte de Mali sobre a população no Sahel e a situação dos feridos e dos detidos em todas as áreas.

Mais informações:
Germain Mwehu, CICV Niamei, tel: +227 97 45 43 82
Steven Anderson, CICV Genebra, tel: +41 22 730 20 11 ou +41 79 536 92 50