• Enviar esta página
  • Imprimir esta página

Síria: CICV e Crescente Vermelho Árabe Sírio mantêm esforços para assistir a população em meio ao crescente enfrentamento

17-07-2012 Relatório de operações

Recentemente, houve uma escalada no conflito entre as forças do governo e grupos armados da oposição, em especial na área rural de Damasco. O CICV e o Crescente Vermelho Árabe Sírio estão respondendo às necessidades mais urgentes dos moradores e pessoas deslocadas em diversas partes do país.

O conflito acontece de forma contínua na província de Homs e em Deir Ezzor e, esporadicamente, em Dara, onde o número de pessoas deslocadas cresce com rapidez. A situação nas áreas rurais da província de Aleppo também está muito tensa, sobretudo nas aldeias ao norte.

Como consequência, um número maior de pessoas luta para preservar a sua segurança e os seus meios de subsistência, e milhares de pessoas estão fugindo para buscar refúgio com as suas famílias, amigos ou outras pessoas. Para atender as necessidades cada dia maiores, o CICV proporciona ajuda junto com o Crescente Vermelho Árabe Sírio para a população no norte da Síria. "Desde meados de 2011, levamos assistência a mais de 600 mil pessoas em conjunto com o Crescente Vermelho Árabe Sírio", disse o chefe de operações do CICV para o Oriente Próximo e Médio, Robert Mardini.

À medida que a situação evoluía, o CICV continuava monitorando o conflito no país. A organização concluiu que atualmente ocorre um conflito armado não internacional (interno) na Síria entre as Forças do Governo e vários grupos armados da oposição que operam em diversas partes do país (incluindo Homs, Idlib e Hama, mas sem se limitar a essas cidades). Por isso, as hostilidades entre essas partes onde quer que aconteçam na Síria estão sujeitas às regras do Direito Internacional Humanitário. Essas regras impõem limites à forma como o conflito pode ser conduzido, com o objetivo de proteger a população civil e as pessoas que não participam ou deixaram de participar diretamente das hostilidades.

"Como organização humanitária neutra e independente com um mandato que promove o Direito Internacional Humanitário, o CICV prefere de abordar as questões humanitárias por meio do diálogo bilateral e confidencial", disse Mardini. "Esta abordagem nos permite obter e preservar o acesso às pessoas mais afetadas pelo conflito armado ou outra forma de violência e às partes beligerantes em si". O CICV e a sua equipe não podem ser compelidos a testemunhar perante uma corte ou tribunal. Os documentos e relatórios, incluindo aqueles que compartilha com as autoridades, não podem ser usados como provas em processos jurídicos.

O CICV e o Crescente Vermelho Árabe Sírio respondem às necessidades mais urgentes dos moradores e das pessoas deslocadas em toda Síria. Em Deir Ezzor, um profissional de saúde do Crescente Vermelho Árabe Sírio Khaled Khaffaji foi baleado e morto no dia 9 de julho enquanto estava a serviço. Segundo o Direito Internacional Humanitário, os emblemas da cruz vermelha e do crescente vermelho devem ser respeitados sempre. As equipes e as instalações médicas, assim como os profissionais de assistência humanitária, devem ser respeitadas e protegidas contra os ataques.

Alimentos e outros gêneros básicos

Durante o último mês (de 15 de junho a 15 de julho), em cooperação com o Crescente Vermelho Árabe Sírio, o CICV:

  • forneceu alimentos para cerca de 150 mil pessoas, das quais pelo menos 100 mil estão deslocadas, nas províncias de Homs, na área rural de Damasco, Hama, Idlib, Lattakia, Al-Hassakeh e Al-Raqqa. Além disso, o CICV e o Crescente Vermelho Árabe Sírio forneceram alimentos e outros gêneros básicos para mais de 5 mil famílias deslocadas de Douma, e rações alimentares suficientes pra um mês para quase 600 pessoas na cidade de Douma;
  • forneceu esteiras, colchões, toalhas, artigos de higiene, kits de cozinha e outros artigos básicos para as pessoas em várias áreas, como na parte rural de Damasco, Aleppo, Homs, Idlib, Deir Ez-Zor, Hama e Damasco.

Resposta às necessidades médicas

No último mês (de 15 de junho a 15 de julho):

  • o Crescente Vermelho Árabe Sírio entregou material médico doado pelo CICV, incluindo material para curativos, luvas, desinfetantes, injeções e material para drenagem cirúrgica e fluidos intravenosos para Deir Ezzor;
  • o CICV forneceu desinfetantes, material para curativos, instrumentos para sutura, fluidos intravenosos e outros materiais médicos para os estabelecimentos de assistência à saúde do Crescente Vermelho Árabe Sírio em áreas afetadas pela violência na zona rural de Damasco;
  • o CICV disponibilizou material médico para o tratamento de cerca de 400 pacientes feridos para as filiais do Crescente Vermelho Árabe Sírio em Aleppo, Damasco, Dar'a, Hama, Homs, Idlib e Tartous.

Melhora nas condições de fornecimento de água e saneamento

No último mês (de 15 de junho a 15 de julho): os engenheiros hídricos do CICV:

  • trabalharam com o Crescente Vermelho Árabe Sírio melhoraram os estabelecimentos em 10 escolas em áreas urbanas e rurais da província de Homs para providenciar água e saneamento para 2 mil pessoas deslocadas;
  • entregou caminhões de água potável na província de Homs para quase 70 mil pessoas deslocadas e para as comunidades que as acolhem;
  • trabalhou com o Crescente Vermelho Árabe Sírio e a comissão local de água na área de An-Nabek, cerca de 80 quilômetros a noroeste de Damasco, para instalar tanques de água e também levou caminhões-pipas para cerca de 10 mil pessoas deslocadas;
  • concluiu as obras de melhoria em oito poços perfurados que atendem a cerca de 32.500 pessoas nas províncias de Raqqa, Aleppo e Dara'a.

Mais informações:
Cecilia Goin, CICV Damasco, tel: +963 930 177 746
Rabab Al-Rifaï, CICV Damasco, tel: +963 993 700 847 ou +963 11 331 0476
Alexis Heeb, CICV Genebra, tel: +41 22 730 37 72 ou +41 79 218 76 10