• Enviar esta página


Banner - go to The ICRC has a new website!

Go to:  Respeito à assistência à saúde

O CICV na Colômbia

Uma equipe do CICV viaja de canoa pelo rio Ispí para visitar o município de Roberto Payan (Nariño). O CICV ajuda a população local afetada pelos conflitos por meio de projetos de arquitetura e saneamento básico.

A operação do CICV na Colômbia é a maior das Américas. O trabalho do CICV no país compreende a proteção de civis, a assistência às pessoas deslocadas e às comunidades afetadas por conflitos, a assistência às pessoas afetadas pela contaminação com armas, o apoio às famílias de desaparecidos, a visita aos detidos, a promoção do Direito Internacional Humanitário (DIH) e a cooperação com a Cruz Vermelha Colombiana e outros membros do Movimento ativos na Colômbia. Leia panorama completo.

Fatos e números

Entre janeiro e dezembro de 2013, o CICV:
 

  • facilitou a liberação de 16 civis - incluindo dois peruanos, dois alemães, um canadense e um norte-americano - e 9 membros de forças de segurança que estavam em poder de grupos armados;
  • monitorou as condições de 97 mil detidos em estabelecimentos de detenção públicos;
  • proporcionou ajuda no nível comunitário e individual a 26 mil pessoas deslocadas;
  • melhorou o acesso a serviços básicos de água e saneamento, de saúde e de educação para 20,5 mil pessoas afetadas pelo conflito armado;
  • trabalhou com a Cruz Vermelha Colombiana na educação de 12 mil pessoas sobre os perigos da contaminação por armas, desta forma reduzindo o risco de acidentes;
  • montou e apoiou duas unidades móveis de saúde nas quais 6,9 mil pessoas foram tratadas;
  • documentou 617 casos de denúncias de violação ao Direito Internacional Humanitário (DIH) e outras normas fundamentais.

O CICV conta com 353 colaboradores na Colômbia, incluindo 55 internacionais.

Publicações Mais publicações