• Enviar esta página

Fundação e os primeiros anos do CICV

Batalha de Solferino, em 1859

A Cruz Vermelha nasceu como iniciativa de um homem chamado Henry Dunant, que ajudou soldados feridos durante a Batalha de Solferino, em 1859. Depois de algum tempo, ele convenceu líderes políticos a realizarem mais ações no sentido de proteger vítimas de guerras. Suas duas principais ideias eram a adoção de um tratado que obrigasse os exércitos a cuidarem de todos os soldados feridos e a criação de sociedades nacionais que cooperassem na prestação de serviços médicos militares. Leia panorama completo.

Fatos e números

Fatos importantes
 

  • Um general reformado, dois advogados e um médico eram os quatro colegas de Dunant no comitê original, formado em 1863.
  • Embora estivessem agindo a título privado, eles persuadiram o governo suíço a convocar a Conferência Diplomática de 1864, que adotou a Convenção de Genebra.
  • Em novembro de 1863, foi formada a primeira sociedade nacional, no estado alemão de Württemberg.
  • O CICV teve aceitação como intermediário humanitário neutro durante as guerras que irromperam na Europa nas décadas de 1860 e 1870.
  • O emblema do crescente vermelho foi usado pela primeira vez em 1876 pelas unidades médicas do Império Otomano (turco), que travava uma guerra contra a Rússia.

Publicações Mais publicações

  • Lembrança de Solferino

    Este é o livro que deu origem à criação do que hoje é um movimento mundial com milhões de membros e tornou o nome de Henry Dunant conhecido no mundo todo. Seu relato comove muitas pessoas ainda hoje.