Crise no lago Chade: famílias desaparecidas, crianças famintas, futuro incerto

O conflito no norte da Nigéria causou a morte de milhares de pessoas e obrigou a mais de um milhão de outras a fugirem das suas casas. Muitas foram sequestradas, incluindo mais de 200 meninas em idade escolar de Chibok em abril de 2014. Os deslocados buscaram refúgio em outras partes da Nigéria e nos países vizinhos Camarões, Chade e Níger. Esta crise tornou-se realmente regional.

"A violência na Nigéria está destroçando famílias e causando um imenso sofrimento", afirma o presidente do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Peter Maurer. "É uma das maiores crises humanitárias no mundo hoje em dia, com dimensões regionais. É vital que as autoridades nacionais e a comunidade internacional façam o que for necessário para alimentar as pessoas famintas, dar abrigo aos desabrigados e proporcionar assistência à saúde para quem precisa".

Sendo uma das poucas organizações no terreno, o CICV presta apoio em inúmeras áreas. Quatro questões predominam: alimentação e água, assistência à saúde, pessoas deslocadas e o impacto na região.

 

Como o CICV está ajudando

Arroz, feijão, óleo. Panelas e caçarolas. Esses são os artigos que as pessoas precisam. O CICV distribuiu alimentos de emergência e utensílios domésticos básicos para quase 260 mil pessoas no nordeste da Nigéria e 65 mil outras no Níger. Está previsto fazer mais.

O CICV também:

 

  • Em Maiduguri, realizou quase 40 operações em pacientes feridos por armas.
  • Construiu 10 grandes abrigos que podem acolher até 50 pessoas cada um em Yola, Nigéria. Disponibilizou também mais de 300 barracas, 300 abrigos menores e 150 latrinas em Maiduguri.
  • Construiu 3 poços em Yola e reformou 2 outros. E entregou água em caminhões-pipa para quase 8 mil pessoas em Maiduguri.
  • Doou material médico para 11 hospitais e 14 filiais da Cruz Vermelha Nigeriana.
  • Treinou quase 1,4 mil voluntários em primeiros socorros e 164 outros em gestão adequada de restos mortais.
  • Distribuiu alimentos para 21,3 mil pessoas no Níger.
  • Enviou um anestesista e um enfermeiro de sala de cirurgia, ambos do CICV, para o principal hospital de Diffa (Níger).
  • Cadastrou 59 crianças no Chade que haviam perdido o contato com os pais, na esperança de reuni-los.
  • Facilitou quase 3 mil telefonemas para ajudar as pessoas a restabelecerem contato.
  • Cadastrou 14 crianças nigerianas em Camarões, que haviam se separado das suas famílias.
  • Treinou funcionários da Cruz Vermelha de Camarões em primeiros socorros e em como ajudar os parentes separados a se reencontrarem.
  • Tenta encontrar centenas de familiares separados na Nigéria.

 

The ICRC is providing medical supplies and giving surgical training to the State Specialist Hospital in Maiduguri, to help staff treat both illnesses and wounds inflicted by bomb blasts and bullets.

The ICRC is providing medical supplies and giving surgical training to the State Specialist Hospital in Maiduguri, to help staff treat both illnesses and wounds inflicted by bomb blasts and bullets.

O CICV fornece material médico e oferece treinamento cirúrgico no Hospital Especializado Estadual, em Maiduguri, para ajudar a equipe a atender tanto doenças como ferimentos causados por estilhaços de bombas e projéteis. CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo

An ICRC employee registers unaccompanied children in Baga Sola, Chad. CC BY-NC-ND / ICRC / Jesus Serrano Redondo

Um funcionário do CICV cadastra menores desacompanhados em Baga Sola, Chade. CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo

 

O que o CICV quer fazer agora

Devido à gravidade da situação humanitária e por estar, em alguns lugares, entre as pouquíssimas organizações presentes no terreno, o CICV faz um apelo para fundos adicionais para assistir às pessoas necessitadas.

O CICV faz um apelo para arrecadar 60 milhões de francos suíços (65 milhões de dólares) para realizar mais ações:

  • Quase 500 mil pessoas precisam receber alimentos.
  • As equipes cirúrgicas em Maiduguri (Nigéria) e Diffa (Níger) apoiarão o trabalho dos hospitais regionais.
  • O CICV ajudará 12 estabelecimentos básicos de saúde no norte da Nigéria.
  • O CICV ajudará mais parentes desaparecidos a se reencontrarem.
A crise no lago Chade causou um imenso sofrimento. O CICV quer assegurar que as vítimas de violência recebam o máximo de apoio e que o seu martírio não caia no esquecimento.

Nigerian Red Cross Society personnel distribute ICRC-supplied food to displaced persons in Maiduguri. The ICRC intends to distribute food to another 500,000 people.

Funcionários da Cruz Vermelha Nigeriana distribuem alimentos fornecidos pelos CICV às pessoas deslocadas em Maiduguri. O CICV pretende distribuir alimentos para outras 500 mil pessoas. CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo

325 mil
pessoas no nordese da Nigéria e no Níger receberam alimentos e ítens essenciais
8 mil
pessoas em Maiduguri receberam água de um caminhão-pipa
59
crianças no Chade foram registradas para que o CICV possa ajudá-las a encontrar os pais
Jean-Yves Clémenzo