Página arquivada:pode conter informações antigas

Uganda: CICV promove o primeiro curso sobre princípios humanitários internacionais para a polícia

06-06-2006 Comunicado de imprensa

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e a Força Policial de Uganda (FPU) terminaram hoje um exercício conjunto de treinamento de oito dias, no qual 26 instrutores da polícia receberam treinamento em Princípios Humanitários Internacionais e Direitos Humanos (PHI/DH) aplicáveis no policiamento.

  O que se segue foi lançado como comunicado de imprensa pela delegação do CICV em Kampala em 6 de junho de 2006.  

O programa incluiu conferências do especialista em polícia do CICV, Erling Melkjorsen, sobre os poderes jurídicos para fazer cumprir a lei, o uso da força e das armas de fogo, prevenção do crime, a manutenção da ordem pública e o papel da polícia.

O inspetor geral da polícia, major general Kale Kaihura, afirmou em discurso lido por seu vice, Julius Odwe, na abertura do curso, que “este treinamento faz parte de um longo trabalho para profissionalizar a polícia e apresentar nossos agentes aos parâmetros internacionais de policiamento”. Ele acrescentou que “os direitos das pessoas, principalmente das mulheres e crianças, que foram violados durante o conflito, precisam ser cuidadosamente protegidos, porque as vítimas ainda estão vulneráveis”.

A FPU começará agora a incorporar o PHI/DH em seu treinamento, de acordo com os tratados internacionais como o Capítulo Africano em Direitos Humanos e dos Povos e a Declaração Universal de Direitos Humanos. Esses agentes serão os primeiros preparados para ensinar PHI/DH nas instituições de polícia. Planeja-se a realização de nove cursos deste tipo, ao longo de um período de três anos de cooperação entre o CICV e FPU.

“Este é o primeiro passo para o fortalecimento da cooperação entre a Força Policial de Uganda e o CICV, com vistas a desenvolver mais competências no âmbito da Força Policial. Acreditamos que este esforço conjunto com o objetivo de promover uma mudança de conduta, atitude e comportamento beneficiará a todos”, afirmou o chefe da deleg ação do CICV, Michel Meyer.

Ampliar o conhecimento básico dos princípios humanitários da legislação internacional faz parte das atividades do CICV conduzidas de forma neutra, imparcial e independente.

O CICV também conduz atividades de assistência nas áreas de saúde, água e saneamento e distribui utensílios domésticos em 65 campos de deslocados internos nos distritos do norte de Uganda atingidos pelos conflitos, atendendo às principais necessidades imediatas de cerca de 700 mil deslocados internos.

  Mais informações:  

  Graziella Leite Piccolo, CICV Kampala, tel. 0772 221 994 ou 041 341 605/6  

  Henry Ochieng, CICV Kampala, tel. 0772 501 436 ou 041 341 605/6