A missão do CICV em Londres

29-10-2010 Panorama

A missão de Londres se concentra na diplomacia humanitária e em facilitar as operações do CICV no terreno. O público inclui as autoridades e as forças armadas britânicas, membros do parlamento, o círculo de reflexão, os meios de comunicação e as ONGs internacionais. O objetivo é melhorar a compreensão do Direito Internacional Humanitário (DIH) e das operações do CICV e do Movimento, além de gerar apoio para ambos.

Como um dos maiores centros de meios de comunicação do mundo, Londres tem prioridade entre as iniciativas do CICV em promover a compreensão e o apoio a suas atividades. Muitas das novas organizações na capital britânica têm alcance mundial e são fóruns de debate em questões globais que preocupam o Comitê.

Londres é também uma importante base para correspondentes estrangeiros. Em conjunto com os serviços de meios de comunicação da Cruz Vermelha Britânica, o CICV desenvolveu uma forte relação com estes correspondentes, com o objetivo de aumentar a conscientização sobre o Direito Internacional Humanitário (DIH) e gerar debate sobre temas humanitários.

O CICV e a Cruz Vermelha Britânica mantêm os meios de comunicação informados sobre os conflitos armados no mundo, concentrando-se nas responsabilidades das partes envolvidas conforme o previsto no Direito Internacional e enfatizando a importância de ações humanitárias independentes e neutras por parte de organizações como a Cruz Vermelha.

O Comitê é um referente para os meios em temas como o controle de armas, a Convenção de Ottawa sobre minas antipessoais e a Convenção sobre Certas Armas Convencionais. A organização presta informações sobre questões humanitárias atuais, entre elas sobre pessoas desaparecidas em conflitos armados, armas biológicas e químicas, munições cluster, detidos e prisioneiros de guerra e sobre temas mais recentes como a utilização de armas pequenas.

A comunidade mediática de Londres oferece terreno propício para promover temas de DIH mais complexos tais como a proporcionalidade em ofensivas militares e o princípio de distinção entre objetivos militares e civis.
Todos estes assuntos são fundamentais para as relações do CICV com as forças armadas britânicas e os ministérios pertinentes, em especial para o Ministério da Defesa, o Ministério de Relações Exteriores e o Departamento para o Desenvolvimento Internacional.

Por causa da ação das forças armadas britânicas em todo o mundo, o CICV oferece conhecimentos técnicos avançados sobre as implicações práticas do DIH relativas à conduta de hostilidades. A organização também tem abordado assuntos como a responsabilidade das companhias de segurança para os conflitos armados com base no Reino Unido e outras situações de violência.

As instituições de ensino superior em Londres cumprem um importante papel em debates sobre questões humanitárias. O CICV tem mantido relações com vários destes organismos, inclusive com o Royal Institute of International Affairs (Chatham House) e a London School of Economics and Political Science (LSE).

Em todas estas atividades o CICV colabora de perto com a Cruz Vermelha Britânica, a qual assume um importante papel na comunidade humanitária de Londres. As ONGs são importantes parceiros para o CICV e para Cruz Vermelha Britânica em vários contextos operacionais.

Ao trabalhar com a Cruz Vermelha Britânica, o CICV mantém um contato fluído com pessoas responsáveis por tomar decisões no Reino Unido, em especial com Membros do Parlamento e empregados públicos. Ambas as organizações cooperam em eventos específicos tais como a publicação People on War Survey realizada no Reino Unido em 2007 e em seminários sobre o DIH.

Seções relacionadas