Comitê Internacional da Cruz Vermelha

Afeganistão: fisioterapeuta que ajudava pacientes amputados foi morta a tiros

Comunicado de imprensa 11 setembro 2017

Genebra/Cabul (CICV) – O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) está profundamente consternado pela morte de uma fisioterapeuta da organização no Afeganistão na segunda-feira.

Lorena Enebral Perez, 38, espanhola, estava no centro de reabilitação do CICV em Mazar-e-Sharif quando recebeu o disparo, aparentemente feito por um paciente. O trabalho dela estava relacionado com a ajuda para que crianças, mulheres e homens que perderam pernas ou braços, ou muitas outras formas de deficiência, voltassem a andar ou a se alimentar por si mesmos.

"Energética e com muita alegria, Lorena era o coração do nosso centro em Mazar. Hoje se romperam os nossos corações", afirmou a chefe da delegação do CICV no Afeganistão, Monica Zanarelli. "Ela era uma fisioterapeuta capaz e atenta que assistia os pacientes, especialmente as crianças. Os ciclos violentos da vida parecem ser especialmente cruéis hoje."

Os colegas lembram de Lorena com o seu sorriso amplo e atitude radiante, uma profissional dedicada ao trabalho e aos pacientes. As autoridades afegãs notificaram o CICV sobre a prisão do autor do disparo.

O trabalho de reabilitação física do CICV no Afeganistão ajuda as pessoas sem seus membros e com muitas outras deficiências a levarem uma vida ativa mediante a reabilitação física, educação, emprego e esporte. Os nossos sete centros de reabilitação fabricam mais de 19 mil pernas e braços artificiais, bem como outros aparelhos ortopédicos, tratando centenas de milhares de pacientes.

A morte de Lorena segue o assassinato a tiros de seis funcionários do CICV no norte do Afeganistão, em fevereiro, e do sequestro de outros dois. O fato ocorre seis dias depois de que os dois foram liberados após sete meses em cativeiro e três dias depois que um motorista de caminhão da organização foi morto a tiros. Esta sequência de incidentes com disparos enfurece e entristece a comunidade do CICV, ao mesmo tempo que revela os perigos reais que as nossas equipes enfrentam em todo o mundo.

As equipes do CICV participaram neste ano de uma campanha pública para lembrar a todos que os nossos funcionários são profissionais humanitários que buscam somente melhorar a vida das vítimas da guerra. Reiteramos hoje a mensagem da campanha: profissionais humanitários #NãoSãoUmAlvo.

Mais informações:

Thomas Glass, CCV Cabul (inglês), tel: +93 (0) 729 140 510
Ahmad Ramin Ayaz, CICV Cabul (dari e pashto), tel: +93 (0) 794 618 908
Anastasia Isyuk, CICV Genebra (inglês, francês, russo), tel: +41 79 251 93 02
Jennifer Tobias, CICV Genebra (Espanhol), tel: + 41 79 218 76 10