Brasileiros podem ajudar a levar esperança a milhões de pessoas

18 abril 2016
Brasileiros podem ajudar a levar esperança a milhões de pessoas

CICV lança campanha para aumentar número de doadores no país.

As necessidades das vítimas de conflitos armados e outras situações de violência são muitas e crescentes. O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) ajuda a salvar vidas e a levar esperança para milhões de pessoas que sofrem com conflitos devastadores na Síria, Iêmen, Sudão do Sul, Afeganistão, e muitos outros no mundo.

Agora os brasileiros podem ajudar o CICV a continuar seu trabalho tornando-se doadores da instituição. Em abril lançamos uma nova plataforma de doações e uma campanha para que mais pessoas possam ser agentes da esperança.

"O Brasil tem uma população com um grande sentimento de solidariedade. Esperamos que muitos brasileiros possam contribuir para a causa humanitária", afirma o chefe da Delegação Regional do CICV para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, Lorenzo Caraffi.

Por sua vez, o responsável por mobilização de recursos do CICV no Brasil, Flávio Franco, explica que todos podem doar, pessoas com grandes fortunas, empresas, fundações, entre outras. "E nós gostaríamos de ter a adesão, principalmente, de pequenos doadores. Uma quantidade bastante grande de doadores reforça a nossa independência e neutralidade, permitindo-nos chegar aonde ninguém mais chega para atender as populações civis mais afetadas por conflitos", afirma. "Ou seja, quanto mais gente nós tivermos doando, apoiando o nosso trabalho, melhor para os nossos beneficiários. Então acreditamos que doadores de pequenas quantias, mas que doem constantemente, são fundamentais para que atingir nossos objetivos", complementa.

Junte-se a nós! 

Leia entrevista completa com o responsável por mobilização de recursos do CICV, Flávio Franco.

Saiba mais sobre como o CICV financia suas operações

Receba o boletim do CICV