Os conflitos são a principal causa da fome

A situação humanitária no Iêmen, Somália, Sudão do Sul e Nigéria está a ponto de se tornar catastrófica. Milhões de pessoas passam fome. Por isso, devemos abordar as causas profundas dessa situação desesperadora – e o tempo está acabando.

  • Hospitais no Iêmen que trabalham com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) registraram um aumento de 150% casos de desnutrição infantil.

  • No Sudão do Sul, estima-se que uma de cada três esteja em necessidade urgente de alimentos.

  • Na Nigéria, no estado de Borno, a previsão é que 300 mil crianças tenham desnutrição aguda grave nos próximos 12 meses.

  • Na Somália, o número de crianças com menos de cinco anos que tratamos por desnutrição aumentou 23% em comparação com o mesmo período de 2016.

Trata-se de uma crise provocada pelo homem. Todos os quatro países e suas populações vivem anos de violência e sofrimento. O conflito duradouro está na raiz da crise humanitária.

Se agirmos agora, temos a chance de acabar com a fome no Iêmen e na Somália. Trabalhamos dia e noite para alcançar o máximo possível de pessoas necessitadas. Mas é preciso fazer mais.

 Faça hoje a sua doação:  Apelo para crise de fome