A delegação regional do CICV em Moscou

14 julho 2014

A delegação do CICV em Moscou atende a Federação Russa, a Belarus e a Moldávia. Mantém diálogos com a Rússia sobre questões humanitárias e assuntos relacionados com o Direito Internacional Humanitário (DIH), procura aliviar as consequências de antigos conflitos no norte do Cáucaso e apoia as Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha da Federação Russa, Belarus e Moldávia.

Diálogo com a Rússia sobre questões humanitárias e jurídicas

A Rússia tem um papel fundamental a cumprir em questões humanitárias e na implementação e no desenvolvimento do DIH, tanto em nível regional como internacional. O CICV estabelece diálogos com as autoridades russas, inclusive com os ministérios responsáveis por relações exteriores, justiça e emergências, e com as organizações regionais, como a Assembleia Interparlamentar da Comunidade dos Estados Independentes, a Secretaria do Conselho de Ministros de Defesa da CEI e a Organização do Tratado de Segurança Coletiva. Cada vez mais, o CICV envolve a comunidade acadêmica russa nos debates sobre temas relacionados com o DIH e a promoção deste conjunto de leis internacionais.

Alívio para o sofrimento no Cáucaso do Norte

O CICV começou a trabalhar na Rússia em 1992, logo após o início do conflito no distrito de Prigorodny no norte do Cáucaso. Desde então, oferece assistência e proteção a centenas de milhares de pessoas afetadas pela violência armada na região. Enquanto se adapta às constantes mudanças, a organização continua oferecendo apoio e assistência efetivos àquelas pessoas com necessidades. Atualmente, o CICV está reduzindo a sua operação no norte do Cáucaso, mas alguns programas serão mantidos.

O CICV continua conscientizando sobre o sofrimento das famílias de pessoas desaparecidas (2,4 mil delas encontram-se atualmente cadastradas junto ao CICV). Estas famílias ainda desconhecem o paradeiro dos seus familiares. A organização lembra as autoridades federais e locais sobre as suas obrigações no sentido de dar respostas, além de oferecer acompanhamento psicossocial às famílias. Ao mesmo tempo, ajuda as famílias vulneráveis no norte do Cáucaso a manterem contato com os seus familiares detidos em diversas partes da Rússia por causa de violência e conflitos anteriores, e este apoio inclui a cobertura dos gastos com visitas a centros de detenção. Até o final de 2014, o CICV continuará melhorando as redes de abastecimento de água e oferecendo apoio a projetos agrícolas coletivos em vilarejos distantes da Tchetchênia afetados por conflitos passados.

Apoio às Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha

A delegação apoia as Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha na região, ajudando-as a aumentar sua capacidade para atender emergências, promover valores humanitários e o DIH, restabelecer contatos entre familiares e ajudar pessoas vulneráveis. Atualmente, ajuda a Cruz Vermelha Russa a formular uma lei sobre o emblema da cruz vermelha e sobre a Sociedade Nacional da Cruz Vermelha propriamente dita. O CICV trabalha em estreita colaboração com a instituição no norte do Cáucaso; um exemplo disso é a coleta de dados sobre as necessidades das vítimas de minas na Tchetchênia.

Atividades regionais

As funções regionais da delegação incluem apoiar as comissões nacionais de DIH na Belarus e na Moldávia. Além disso, os especialistas do CICV com base em Moscou oferecem apoio a outras delegações do CICV na antiga União Soviética.