República Centro-Africana: voluntário da Cruz Vermelha morto em Bangui

20 agosto 2014

Genebra/Bangui – O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho está profundamente consternado pela morte, hoje, de Bienvenu Bandios, um voluntário da Cruz Vermelha Centro-Africana que foi atingido por uma bala enquanto evacuava feridos na área "km 5" da capital.

Bienvenu, que exercia a função de motorista e socorrista há cinco anos, era uma pessoa aberta, alegre, motivada e sempre disposta a ajudar o próximo.

O Movimento, representado na República Centro-Africana pela Cruz Vermelha do país, a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), sente profundo pesar por essa morte.

"Estamos muito consternados por essa trágica perda de uma vida", afirmou o presidente da Cruz Vermelha Centro-Africana. "É chocante e inaceitável".

Uma vez mais, o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho faz um apelo urgente para que todas as partes do conflito e todos que participam dos combates garantam a segurança dos profissionais humanitários e que se abstenham de ferir os voluntários da Cruz Vermelha Centro-Africana e outros membros do Movimento.

Mais informações:
Antoine Mbao Gobo, Cruz Vermelha Centro-Africana Bangui, tel.: +236 70 02 09 09
Richard Hunlede, Federação Internacional Bangui, tel.: +236 72 71 74 06
Germain Mwehu, CICV Bangui, tel.: +236 75 64 30 07
Benoit Matsha-Carpentier, Federação Internacional Genebra, tel.: +41 79 213 24 13
Marie-Servane Desjonquères, CICV Genebra, tel.: +41 79 574 06 36