Ucrânia: delegado do CICV foi morto em Donetsk

02 outubro 2014
Ucrânia: delegado do CICV foi morto em Donetsk

Kiev/Genebra (CICV) – O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) está profundamente consternado com a morte de um dos seus colaboradores, Laurent DuPasquier, hoje em Donetsk. O administrador suíço, de 38 anos, morreu quando uma bomba caiu próxima ao escritório da organização na cidade.

"Estamos profundamente chocados por esta perda trágica", afirmou o diretor de operações do CICV, Dominik Stillhart. "É do nosso conhecimento que há outras vítimas civis em Donetsk hoje. Os bombardeios indiscriminados de áreas residenciais são inaceitáveis, constituindo uma violação do Direito Internacional Humanitário (DIH)".

DuPasquier trabalhava há mais de cinco anos para o CICV, tendo participado de missões no Paquistão, Iêmen, Haiti, Egito e Papua Nova Guinea. Havia chegado ao seu posto na Ucrânia seis semana atrás.
O CICV conta atualmente com 20 funcionários em Donetsk, incluindo cinco delegados de várias nacionalidades. Todos os demais colaboradores se encontram em segurança no momento.

O Comitê trabalha na Ucrânia desde o início da crise neste ano, apoiando hospitais, ajudando deslocados e pessoas vulneráveis e restabelecendo o contato entre as famíliares separados pelo conflito.

Mais informações:
Alina Murzaeva, CICV Kiev, tel: +380 675 094 179
Anastasia Isyuk, CICV Genebra, tel: +41 22 730 30 23 ou +41 79 251 93 02
Ewan Watson, CICV Genebra, tel: +41 79 244 64 70
Victoria Zotikova, CICV Moscou, tel: +7 495 626 5426 ou +7 903 545 3534