A assistência à saúde na região rural de Rakhine, em Myanmar: através das lentes da coexistência

  • Em outubro de 2016, o Estado de Rakhine, Myanmar, enfrentou um ressurgimento da violência. A situação tensa de segurança provocou a proibição do acesso a muitas comunidades para as organizações humanitárias e os meios de comunicação.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • O conflito deslocou aproximadamente 70 mil pessoas que cruzaram a fronteira até Cox´s Bazar em Bangladesh. Cerca de 20 mil pessoas foram deslocadas internamente dentro do próprio Estado de Rakhine.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • Muitas das pessoas deslocadas eram predominantemente muçulmanas. Embora muitas já retornaram às suas comunidades, milhares ainda não o fizeram.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • Com acesso limitado à assistência à saúde adequada nas comunidades rurais, a mortalidade infantil e a saúde materno-infantil ainda são muito precárias nos estados como Rakhine. Myanmar atualmente tem a segunda pior taxa de mortalidade materna no sudeste asiático.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • O envolvimento do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) trouxe o acesso à capacitação para os funcionários das clínicas de saúde nas áreas rurais para ajuda-los a lidar com essas duas importantes questões. Atualmente, o CICV ajuda seis povoados em Rakhine.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • Em muitas dessas comunidades rurais, a obtenção de equipamentos de saúde moderno permite uma melhor prestação da assistência. Isso pode ser tão simples como consertar uma mesa de parto e o filtro de água, bem como a distribuição de kits limpos para partos ou a instalação de iluminação à base de energia solar.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • Para a saúde materno-infantil, podem incluir acompanhamento regular durante a gravidez, parto seguro, cuidados pós-natal e vacinação dos bebês.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • Em 2017, aproximadamente 200 enfermeiros, parteiras, médicos e ajudantes tradicionais de partos participaram de um curso de atualização sobre saúde materno-infantil no povoado de Pauktaw.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • Isso fez com que profissionais como San Mya Yee estejam melhor equipados para prestar serviços de saúde para todos. “Todo mundo é bem-vindo aqui. Tratamos todos do mesmo modo. Fazemos um bom atendimento.”
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • As clínicas rurais como a de Sin Tet Maw são como uma ponte entre as duas comunidades que se recuperam da violência e conflitos atuais.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
  • Esta coexistência pacífica serve como um lembrete de que comunidades saudáveis e prósperas podem ser reconstruídas.
    CC BY-NC-ND / CICV / Minzayar Oo
08 agosto 2017

No Estado de Rakhine, em Myanmar, ainda existe um conflito entre as comunidades rakhine e muçulmana. Desde outubro de 2016, os distúrbios provocaram o deslocamento de dezenas de milhares de pessoas e a falta de atendimento das necessidades básicas e de assistência à saúde para as pessoas afetadas. O CICV continua trabalhando com o Ministério da Saúde e Esportes para fortalecer os serviços para as comunidades locais, especialmente as que estão na região rural de Rakhine. A saúde materno-infantil e a mortalidade infantil são questões cruciais para melhorar as condições nas comunidades do Estado de Rakhine. Mediante o estabelecimento de clínicas nas comunidades rurais e a prestação de serviços de saúde para todos sem distinção, Sin Tet Maw é um exemplo de uma coexistência pacífica possível.

Receba o boletim do CICV