Iêmen: CICV facilita a libertação de 290 detidos

30 setembro 2019
Iêmen: CICV facilita a libertação de 290 detidos

Genebra/Sanaa (CICV) – Ocorreu hoje a libertação unilateral de 290 detidos, incluindo 42 sobreviventes de um ataque realizado este mês a um centro de detenção no Iêmen. O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e as Nações Unidas facilitaram a soltura, após um pedido do Comitê Nacional para Assuntos de Prisioneiros.

"Estamos sempre prontos para atuar como um facilitador neutro na libertação de detidos quando recebemos um pedido das partes do conflito", afirmou o chefe da delegação do CICV no Iêmen, Franz Rauchenstein. "Esperamos que essa operação abra as portas para outras libertações, trazendo conforto às famílias que esperam para se reunir com os seus entes queridos."

O papel do CICV na operação foi, em primeiro lugar, confirmar as identidades dos detidos previstos para serem libertados e verificar se eles desejavam viajar direto de Sanaa para as suas casas ou se gostariam de ser transferidos a uma região sob o controle da outra parte.

O CICV forneceu ajuda financeira para pagar as despesas de transporte e cobrir outros gastos que os detidos pudessem ter durante o retorno à casa. O CICV também contatou as famílias dos menores para garantir que soubessem da libertação e fossem recebê-los.

"Mantivemos diálogos confidenciais com todos os detidos para escutar qualquer preocupação que tivessem, assegurar que entrassem em contato com os familiares e coletar as informações necessárias para acompanhar cada caso, se necessário", disse o chefe do Departamento de Proteção do CICV no Iêmen, Robert Zimmerman.

Como em qualquer operação desse tipo, uma equipe médica do CICV esteve presente antes da libertação para avaliar o estado de saúde dos detidos, garantir que estivessem aptos para a viagem e propor às autoridades medidas específicas que alguns pudessem vir a necessitar. Dois detidos soltos foram transferidos às suas zonas de origem por ambulâncias do Crescente Vermelho do país.

O CICV considera que a libertação é um passo positivo que, esperamos, incentivará a soltura, a transferência e a repatriação das pessoas detidas em conexão com o conflito, conforme o Acordo de Estocolmo assinado pelas partes em dezembro de 2018.

Entre abril e agosto de 2019, o CICV, na condição de intermediário neutro, facilitou a transferência de 31 menores detidos anteriormente na Arábia Saudita. Eles viajaram de Ma'rib, aonde haviam sido levados, para Sanaa, onde foram reunidos com as famílias. Ajudamos ainda a repatriar um detido saudita com problemas de saúde ao seu país de origem, e a transferir sete detidos iemenitas também doentes da Arábia Saudita para Sanaa.

Mais informações:
Nathalie Bekdache, porta-voz +967 730500719 (árabe e inglês para a imprensa internacional)
Fareed al-Homaid, porta-voz +967 739164666 (árabe para a imprensa iemenita)
Sarah al-Zawqari, porta-voz regional, +961 3 138353 (árabe e inglês para a imprensa internacional)