Iêmen: População nas duas linhas de frente recebe ajuda alimentar vital em Aden

02 julho 2015
Iêmen: População nas duas linhas de frente recebe ajuda alimentar vital  em Aden
Aden, Iêmen. © Reuters

Sanaa/Genebra (CICV) – O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) começou hoje uma distribuição de alimentos através das linhas de frente na cidade de Aden no sul do país. O carregamento de mais de 160 toneladas cobrirá as necessidades de emergência de 17,5 mil pessoas. Aproximadamente a metade da população de Aden está fora de suas casas e busca abrigo em qualquer lugar disponível na cidade.

"Os residentes têm vivido sob condições extremamente duras nos últimos três meses", declarou o chefe da subdelegação em Aden, Robert Zimmerman. "Onde quer que se viva em Aden, somente há comida em escassa quantidade. É essencial que entreguemos esta ajuda de modo imparcial, através das linhas de frente, com a aceitação de todas as partes."

O preço dos alimentos disparou devido aos combates e aos obstáculos colocados pelas partes em conflito para que os produtos alimentícios cheguem a Aden. A maior parte das lojas está fechada ou possue um estoque limitado. Além disso, a população não consegue se locomover para comprar o que está disponível no mercado por causa dos intensos combates. Portanto, a grande maioria de mais de um milhão de moradores da cidade depende da ajuda humanitária entregue em tempo hábil.

As cestas alimentares distribuídas nesses dias não conseguirão responder a todas as necessidades. Na situação atual, prover algo tão básico como comida continua sendo um desafio importante

As distribuições foram finalizadas nas áreas de Aden, onde a população tem vivido em condições especialmente árduas durante meses. Elas continuarão nos próximos dias nos bairrros que estão sob o controle de diversas partes, incluindo alguns lugares em que uma grande quantidade de famílias encontrou refúgio.

A comida foi levada como parte de um comboio de sete caminhões que chegou em Aden, em 30 de junho, também com kits de higiene para a população para ajudar a prevenir a disseminação de doenças.

"As cestas alimentares distribuídas nesses dias não conseguirão responder a todas as necessidades. Queremos atender outras necessidades imediatas da população e precisamos que todas as partes permitam isso. As partes devem cumprir com suas obrigações segundo o Direito Internacional Humanitário (DIH) e assegurar que os civis possam ter acesso seguro à água, comida e assistência à saúde", afirmou Zimmerman. "Na situação atual, prover algo tão básico como comida continua sendo um desafio importante, mas continuaremos a coordenação com todos os grupos armados presentes em Aden para assegurar que a ajuda emergencial seja entregue de modo imparcial a todos que a necessitem."

Durante as últimas semanas, o CICV entregou alimentos de alto valor energético para bebês, gestantes e lactantes, kits de higiene para prevenir a disseminação de doenças e utensílios domésticos básicos às famílias deslocadas.

Mais informações:
Adnan Hizam (árabe), CICV Sanaa, tel: +967 73 372 1659
Shahin Ammane (francês, inglês), CICV Sanaa, tel: +967 73 750 3716
Sitara Jabeen (inglês), CICV Genebra, tel: +41 22 730 24 78 ou +41 79 536 92 31

Distribuição de comida pelo CICV em Aden. 02.07.2015. / CC BY-NC-ND/ICRC

Distribuição de comida pelo CICV em Aden. 02.07.2015. / CC BY-NC-ND/ICRC

Distribuição de comida pelo CICV em Aden. 02.07.2015. / CC BY-NC-ND/ICRC

Distribuição de comida pelo CICV em Aden. 02.07.2015. / CC BY-NC-ND/ICRC