Nigéria: responder às necessidades das pessoas afetadas por conflitos armados em 2017

05 maio 2017
Nigéria: responder às necessidades das pessoas afetadas por conflitos armados em 2017
Mães deslocadas pelo conflito esperam com os filhos a distribuição de comida no campo nos arredores de Maiduguri, Nigéria. Foto: Mackenzie Knowles-Coursin

Décadas de conflito armado continuam contribuindo à crise humanitária atual da Nigéria. A violência no Nordeste, que chega até os países vizinhos, provocou um deslocamento interno de grandes proporções. Milhões ficaram vulneráveis devido à crescente instabilidade no país.

O CICV continua trabalhando com a Cruz Vermelha Nigeriana e os voluntários comunitários para assegurar que as necessidades mais prementes sejam atendidas. Nos primeiros meses de 2017, propiciamos alimentos, assistência à saúde e um melhor acesso à água potável para as pessoas afetadas pelos confrontos. As nossas equipes também visitaram as pessoas detidas em relação com o conflito. Além disso, acompanhamos as iniciativas bem-sucedidas de difusão do Direito Internacional Humanitário (DIH) e Direito Internacional dos Direitos Humanos (DIDH).

Destaques da nossa ação na Nigéria entre janeiro e março de 2017:

distribuímos comida para 286 mil pessoas nas regiões do Nordeste e Middle Belt;
 130 mil pacientes foram atendidos em 23 centros de saúde primária e 3 clínicas móveis apoiados pelo CICV;
 1,8 mil crianças que sofriam de desnutrição aguda grave foram tratadas;
 89 mil pessoas tiveram acesso à água potável;
 construímos 4 mil abrigos de emergência que atendem a 24 mil pessoas deslocadas;
 visitamos 17 mil detidos para avaliar o tratamento e as condições de detenção;
 ajudamos a aumentar o conhecimento sobre DIH e DIDH de mais de 1,6 mil policiais e militares.

Receba o boletim do CICV