Crise na Ucrânia: atividades do CICV entre outubro de 2014 e janeiro de 2015

20 janeiro 2015
Crise na Ucrânia: atividades do CICV entre outubro de 2014 e janeiro de 2015
Crimeia, 28 de novembro de 2014. Ucranianos deslocados ajudam a descarregar um caminhão do CICV com cestas alimentares e artigos de higiene em um ponto de distribuição da Cruz Vermelha. [CC BY-NC-ND / CICV / G. Balzamova]

Alimentos, água, utensílios domésticos e material de construção

O CICV:

  • Entregou mais de duas mil toneladas de material de ajuda em áreas não controladas pelo governo ucraniano nas regiões de Donetsk e Lugansk, incluindo alimentos e artigos de higiene, material médico, cobertores e lonas;
  • Forneceu material de construção e ferramentas para as autoridades municipais realizarem os tão necessários consertos nos telhados de prédios públicos e residenciais danificados por bombardeios;
  • Disponibilizou equipamentos para o abastecimento de água, como bombas, filtros e tanques flexíveis para armazenamento, de modo a fornecer água potável para quase dez mil pessoas nas regiões de Donetsk e Lugansk, caso seja necessário;
  • Distribuiu alimentos e outros artigos para mais de 45 mil pessoas deslocadas e residentes afetadas pelo conflito nas regiões de Donetsk e Lugansk;
  • Entregou artigos de higiene e outros materiais a cerca de 350 pessoas com deficiência deslocadas que vivem em hospitais em Odessa;
  • Emitiu cupons, através da Cruz Vermelha Ucraniana, para as pessoas em Kharkiv e Mariupol. Até janeiro de 2015, cerca de 35 mil pessoas haviam recebido cupons, cada um deles no valor de grívnias ucranianas (pouco mais de 15 dólares).

Assistência à saúde

O CICV:

  • Doou material para curativos, instrumentos cirúrgicos, kits para transfusão de sangue, insulina, além de outros remédios e material médico para o tratamento de pessoas feridas durante as hostilidades e deslocadas a 45 hospitais nas regiões de Donetsk e Lugansk, incluindo os hospitais nas cidades de Donetsk e Mariupol;
  • Realizou quatro seminários sobre cirurgia de guerra com duração de dois dias em Lugansk, Severodonetsk, Donetsk e Mariupol, para cerca de 200 médicos que trabalham nas regiões de Donetsk e Lugansk que atendem pacientes feridos em decorrência da violência;
  • Forneceu material forense para o Escritório Forense de Donetsk de modo a facilitar o tratamento digno de cadáveres;
  • Realizou dois cursos com duração de um dia em identificação de restos mortais para voluntários da Union National Memory e da Cruz Vermelha Ucraniana em Kiev e em Dnepropetrovsk, respectivamente.

Visita aos detidos

O CICV visitou pessoas detidas em relação com o conflito e a violência para monitorar o tratamento que recebem e as condições nas quais estão sendo tratadas:

  • Em estabelecimentos controlados pelo governo em Zaporizhia, Odessa, Poltava, Kharkiv, Mariupol e Kiev;
  • Em estabelecimentos não controlados pelo governo em Donetsk.

Diálogo com as partes em conflito

O CICV mantém contato com todas as partes em conflito no que tange a condução das hostilidades. Em particular, a organização urge que as partes se abstenham de atacar os civis, objetivos civis e estabelecimentos médicos, e permitir que os profissionais de saúde realizem os seus serviços.

O CICV recentemente conduziu um seminário para 17 policiais responsáveis pela segurança pública na região de Odessa. O seminário abordava a aplicabilidade dos direitos humanos e dos princípios humanitários nas operações de aplicação da lei. O CICV realizou outro seminário sobre Direito Internacional dos Direitos Humanos e os princípios humanitários para 20 membros do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU).

Munições não detonadas

Após uma avaliação da situação nas regiões de Donetsk e Lugansk, o CICV produziu e distribuiu 150 mil folhetos e três mil cartazes para aumentar a conscientização quanto aos riscos impostos pelos resíduos explosivos de guerra.

Para apoiar os esforços das autoridades na descontaminação de áreas infestadas por resíduos explosivos de guerra nas regiões de Donetsk e Lugansk, o CICV doou detectores de metal, aventais protetores, visores e outros equipamentos para o Serviço Estatal de Emergência da Ucrânia.

Cooperação com a Cruz Vermelha Ucraniana

O CICV proporcionou à Cruz Vermelha Ucraniana material e apoio técnico para os primeiros socorros e outros serviços humanitários que esta Sociedade Nacional presta em situações de emergência.

Com a ajuda do CICV, a Cruz Vermelha Ucraniana montou uma tenda que servirá de depósito em Mariupol e reformou outra em Kiev.

Cooperação com a Cruz Vermelha da Belarus

O CICV entregou cerca de meio milhão de dólares à Cruz Vermelha da Belarus para que esta Sociedade Nacional forneça roupas de inverno e alimentos para três mil ucranianos deslocados. Em janeiro de 2015, a Cruz Vermelha da Belarus começou a distribuir cupons para as pessoas deslocadas na Belarus.

Além disso, o CICV está ajudando a fortalecer a capacidade de resposta emergencial dessa Sociedade Nacional ao reabastecer o seu estoque de emergência, pagar o aluguel e outros gastos, treinar voluntários, etc.
Cooperação com a Cruz Vermelha Russa

Na região de Rostov, que acolhe cerca de 38 mil pessoas deslocadas do leste da Ucrânia, o CICV forneceu materiais no valor de 60 mil dólares para a filial local da Cruz Vermelha Russa de modo a aumentar a sua capacidade de ajudar a essas pessoas.O

CICV está organizando um treinamento para funcionários e voluntários da filial de Rostov.

Adygea, Russia. A family of Ukrainian displaced persons receive ICRC humanitarian aid at a Russian Red Cross distribution point.

Adygea, Rússia. Uma família de deslocados ucranianos recebe ajuda humanitária do CICV em um ponto de distribuição da Cruz Vermelha Russa. [© Cruz Vermelha Russa]

O CICV entregou cestas alimentares e artigos de higiene a Cruz Vermelha Russa para distribuir em dezembro de 2014 e janeiro de 2015 a dez mil ucranianos deslocados vivendo em Krasnodarsky Krai e Adygea.

No norte do Cáucaso, O CICV está trabalhando com a Cruz Vermelha Russa para proporcionar alimentos e outros artigos essenciais, ademais de apoio financeiro, a ucranianos deslocados. Até o final de 2014, cerca de mil pessoas haviam recebido assistência do CICV na Tchetchênia, Daguestão e Ossétia do Norte.

O CICV está trabalhando também com a Cruz Vermelha Russa no restabelecimento de contato entre familiares separados pelo conflito.

Crimeia

O CICV fornece às filiais locais da Cruz Vermelha material de ajuda que será depois distribuído para as pessoas que fugiram da violência no leste da Ucrânia. Desde novembro de 2014, o CICV distribuiu cestas alimentares e artigos de higiene para 10,6 mil ucranianos deslocados. No total, 49 mil pessoas receberam ajuda humanitária na Crimeia em 2014. Uma nova leva de distribuições humanitárias para nove mil pessoas já começou.

O CICV está ajudando a aumentar a capacidade das filiais locais da Cruz Vermelha, por exemplo, ao entregar-lhes veículos e financiar distribuições de ajuda.