Guatemala: Juana se reúne com sua família depois de 25 anos de separação

22-02-2012 Reportagem

Depois de 25 anos separada de seus pais e irmãos como consequência do conflito armado, Juana Morales se reencontrou com eles na Cidade de Guatemala.

 

Em 1987, Juana, com apenas oito meses, estava na casa dos avós no momento em que, durante uma incursão armada, seu pai, Antonio Morales, sua mãe e seus dois irmãos foram obrigados a fugir sem poder levá-la.

Deixaram sua comunidade em Ixtahuacan, Huehuetenango, para se refugiarem no estado de Chiapas, no México, e Juana foi separada deles. Durante todos esses anos, Juana ficou com seus avós e não conhecia o paradeiro de sua família.

Juana empreendeu a busca quando soube que o Grupo de Apoio Mútuo (GAM) podia ajudar para tentar buscar seus pais. Há mais de 20 anos, o GAM realiza buscas de familiares separados pelo conflito armado, e consegue organizar cerca de 15 reencontros por ano. O CICV colabora com o GAM desde 2004 prestando apoio e y colabora de maneira similar com outras três organizações. Em 2011, o CICV apoiou 51 reencontros familiares deste tipo em Guatemala.

A busca da família de Juana durou oito meses, por sorte, com resultados positivos. "A investigação se estendeu devido às poucas informações que tinham, no entanto, foi um sucesso", indicou o investigador Enrique Barrera do GAM.

No momento do reencontro, Antonio ficou sem ar ao rever sua pequena filha, agora com 25 anos. A mistura de emoções era evidente.

"Graças a Deus vieram me buscar", foi o primeiro que expressou Antonio, já mais tranquilo. Juana, com um grande sorriso, não fez mais do que exclamar a felicidade que sentia.

"Nunca perdi as esperanças de encontrar meus pais um dia", confessou Juana, que não terminava de assimilar os sentimentos encontrados.

Foto

Juana e seu pai, Antonio, reunidos depois de 25 anos de separação. 

Juana e seu pai, Antonio, reunidos depois de 25 anos de separação.
© CICV

Juana junto com seus avós, que a criaram depois da fuga forçada de seus pais e irmãos. 

Juana junto com seus avós, que a criaram depois da fuga forçada de seus pais e irmãos.
© CICV

Juana, emocionada, abraça os pais, com quem se reencontrou depois de 25 anos de separação. 

Juana, emocionada, abraça os pais, com quem se reencontrou depois de 25 anos de separação.
© CICV