Página arquivada:pode conter informações antigas

Furacão Katrina: colocando as pessoas novamente em contato

22-09-2005

Nas semanas que se seguiram ao furacão Katrina, dezenas de milhares de voluntários da Cruz Vermelha Americana participaram dos esforços de socorro em favor das pessoas que foram atingidas. Trabalhando em estreita parceria com a Cruz Vermelha Americana, o CICV também esteve envolvido, principalmente na área de buscas de pessoas.

 

© Gene Dailey/Cruz Vermelha Americana 
   
Funcionária da Cruz Vermelha Americana conversa com uma jovem mãe e seu bebê em Slidell, Louisiana 
        Aqueles atingidos por conflitos ou tragédias naturais ficam com freqüência separados de suas famílias e podem encontrar dificuldades para informar-lhes que estão em segurança, quando os meios de comunicação tradicionais são interrompidos ou estão indisponíveis. Os familiares, por sua vez, tentam desesperadamente entrar em contato com seus parentes na área atingida. Nessas circunstâncias, a internet está se tornando um instrumento cada vez mais importante nos esforços do CICV para restabelecer os contatos entre os membros de uma mesma família. O site FamilyLinks , do CICV, visa a fornecer uma plataforma para as famílias e amigos entrarem em contato entre si e, em colaboração com a Cruz Vermelha Americana, foi recentemente ativado a fim de ajudar as pessoas atingidas pelo furacão Katrina.

Nas semanas que se seguiram à tragédia, mais de 200 mil pessoas se cadastraram no site, ou para procurar um parente desaparecido ou para informar seus parentes de que estava em segurança. As listas podem ser consultadas por aqueles que têm acesso à internet ou podem ser impressas, distribuídas ou mesmo divulgadas pelas rádios locais.

Lançado em 1999 para responder ao conflito de Kosovo, o site familyLinks tem sido desde então usado em vários países incluindo o Iraque, a Libéria, Angola e Bósnia Herzegovina. Também foi usado logo depois da tragédia do tsunami que atingiu a Ásia no final de 2004.

Naquela época, quase 50 mil pessoas se cadastraram no site e o CICV precisou instalar mais servidores para atender à demanda.

Aqui estão alguns dos comentários recebidos pela equipe do CICV daqueles que usaram o serviço por ocasião do Katrina:

  “Muito obrigado pelo seu site ... Tenho a satisfação de pedir-lhes para retirar da lista os nomes dos meus entes queridos. Eles puderam entrar em contato conosco a partir da lista, quando conseguiram ficar em condições seguras.”  

     

 
“Muito obrigado. Este site é maravilhoso.” 
  “Muito obrigado. Este site é maravilhoso.”  

     

  “Quero agradecer-lhes pelo tempo e esforço. Este programa ajudará muitas pessoas a encontrar seus entes queridos. Minha irmã me telefonou de Mississippi. Ela está passando por um período difícil, separada de seus filhos mais velhos e sem energia elétrica, eles estão recebendo comida da Cruz Vermelha duas vezes por dia.”  

     

  “Vocês foram realmente enviados por Deus – pelo menos pudemos entrar em contato com alguém. Deus  

     

  abençoe TODOS vocês por seu tempo e esforço em ajudar as pessoas a encontrar seus entes queridos.”  

     

  “Obrigado por nos deixar usar este site dedicado ao furacão Katrina.”  

     

  “Obrigado pelo seu site e pelo trabalho maravilhoso que vocês estão fazendo neste momento de crise nacional.”  

     

  “Dois dias atrás acrescentei na sua lista os nomes da minha irmã e do meu cunhado. Recebi a confirmação de que eles estão em segurança em Houston. Obrigado novamente pela sua excelente ajuda.”  

Ao longo das últimas semanas, a equipe do CICV respondeu a mais de 5.500 pedidos de informação a respeito do site.

Além deste site, o CICV também enviou para os Estados Unidos vários especialistas em buscas de pessoas da Agência Central de Buscas e Divisão de Proteção, que funciona na sede da organi zação, em Genebra. Os especialistas prestaram apoio para os colegas da Cruz Vermelha Americana. Ouça em áudio as entrevistas da equipe do CICV , realizadas após o seu retorno dos Estados Unidos (em inglês).

A equipe do CICV trabalhou com o apoio dos centros operacionais da Cruz Vermelha Americana instalados em Baton Rouge, Louisiana e Montgomery, Alabama.

 
“Vocês foram realmente enviados por Deus – pelo menos pudemos entrar em contato com alguém.” 
Os especialistas em buscas visitaram abrigos em Louisiana, Mississippi e Alabama, a fim de ajudar as pessoas em seus esforços para encontrar seus familiares. Distribuíram telefones celulares, recolheram informações pessoais que poderiam ser acrescentadas ao site e treinaram voluntários em tópicos da Cruz Vermelha local a fim de garantir que os instrumentos à disposição das vítimas do Katrina estavam sendo promovidos e usados de forma justa.

“Nossa missão foi contribuir e apoiar as atividades de buscas que a Cruz Vermelha Americana já estava conduzindo”, explica Pierre Barras, da Agência Central de Buscas e Divisão de Proteção.

Os especialistas em logística também desempenharam o seu papel na operação de socorro. A pedido da Cruz Vermelha Americana, foi enviada uma equipe de especialistas a fim de instalar um sistema para tornar mais eficiente a distribuição de comida àqueles que vivem nas áreas mais atingidas.

Agora o CICV transferiu para a Cruz Vermelha Americana os dados relativos ao furacão que estavam no site FamilyLinks. A pedido da Cruz Vermelha Americana, as informações estão agora guardadas no site www.katrinasafe.org O site www.familylinks.icrc.org/katrina será desativado dentro de 30 dias.

Além das atividades ligadas à internet, o CICV trabalha em estreita parceria com a Cruz Vermelha Nacional e as Sociedades do Crescente Vermelho em todo o mundo, a fim de colaborar para a troca de Mensagens Cruz Vermelha entre familiares que se encontram separados em virtude de conflitos ou tragédias naturais. Em 2004 foram coletadas e distribuídas um total de 1 milhão e 36 mil Mensagens Cruz Vermelha.