Página arquivada:pode conter informações antigas

Azerbaijão: levantamento de dados sobre pessoas desaparecidas avança

13-02-2009 Comunicado de imprensa 09/38

Baku (CICV) – As famílias de mais 4.400 pessoas desaparecidas relacionadas com o conflito de Nagorny Karabakh ainda não descobriram o que houve com seus parentes.

Eles têm o direito de saber e as autoridades devem fornecer as informações que eles necessitam. No ano passado, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) desenvolveu um programa para ajudar as autoridades a cumprir com essa obrigação.

Como parte do programa e como parte dos acordos assinados em 2008 entre o CICV e o governo azerbaijano e entre o CICV e a Cruz Vermelha azerbaijana, uma segunda oficina de treinamento no recolhimento de dados detalhados sobre pessoas desaparecidas foi realizada no dia 12 de fevereiro. Assistiram a essa oficina de duas semanas, realizada em Barda, voluntários e equipe do serviço de rastreamento, na qual aprenderam a se comunicar com as famílias quanto a esse assunto delicado.

Os voluntários recém-treinados começarão imediatamente a visitar famílias em 18 cidades e regiões: Aghdam, Agdjabadi, Barda, Beylagan, Fizuli, Tartar, Yevlakh, Ganja, Goygol, Agstafa, Gazakh, Tovuz, Shamkir, Gadabay, Dashkasan, Samukh, Mingachevir e Goranboy.

" O tempo passa, mas a dor que os parentes de pessoas desaparecidas sentem não tem fim. A informação recolhida ajudará a esclarecer o que aconteceu com eles e, como resultado, ajudaremos a muitas famílias a encontrarem alívio e finalmente seguir com suas vidas " , disse Katja Gysin, representante do CICV encarregada deste assunto.

Desde que o programa foi lançado, os voluntários da Cruz Vermelha azerbaijana recolheram mais de 800 questionários detalhados de famílias nas regiões de Baku, Sumgait e Apsheron.

Desde 1992, o CICV tem trabalhado para ajudar as autoridades a cumprirem suas obrigações de acordo como Direito Internacional Humanitário e apoiar as famílias de pessoas desaparecidas no seu direito de saber o que aconteceu com seus entes queridos.

  Mais informações:  

  Gulnaz Guliyeva, CICV Baku, tel: +994 12 465 63 34 ou +994 12 465 64 52