Afeganistão: hospitais de Kunduz precisam urgentemente de material médico e de profissionais de saúde

02 outubro 2015

À medida que os combates continuam na cidade de Kunduz, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) está cada vez mais preocupado com o bem-estar da população civil e com a falta de material médico e profissionais de saúde.

"A prioridade do CICV no momento é garantir a segurança dos civis e a entrega de material médico básico aos hospitais", afirmou o chefe da delegação do CICV no Afeganistão, Jean-Nicolas Marti.

"Temos pouquíssimos profissionais nos hospitais. A equipe médica que está na cidade não consegue chegar aos hospitais por causa dos constantes combates", declarou Peter Esmith Ewoi, médico do CICV que trabalha no lugar.

O CICV, possui estoques de emergência de material médico prontos para serem despachados de Cabul, assim que a situação de segurança no aeroporto de Kunduz melhorar.

A situação humanitária no Afeganistão vem se deteriorando devido ao aumento dos incidentes violentos em todo o país, a um maior número de vítimas civis e às violações reiteradas do Direito Internacional Humanitário (DIH).

"Instamos todas as partes em conflito a garantirem a segurança da população civil e a facilitarem o trabalho das pessoas que prestam apoio humanitário", declarou Marti.

Mais informações:
Nicolas Elias Metri, CICV Cabul, tel: +93 729 140 510
Neha Thakkar, CICV Genebra, tel: +41 22 730 3160 ou +41 79 574 0636