Ajuda vital restabelece a dignidade de famílias afetadas pela seca na Somália

  • Os cultivos de Isaaq Abdirahman, de 54 anos, foram devastados pela seca na Somália. Quando as condições não melhoraram, ele se mudou com a família para um campo de deslocados na periferia de Baidoa, onde eles têm acesso a comida, água e ajuda humanitária.
    CC BY-NC-ND / CICV / Mohamed Abdikarim
  • Isaaq agora vive sozinho no seu povoado, há 15 quilômetros da cidade de Baidoa. Como outros agricultores, ele espera que a estação das chuvas comece logo na Somália. A maior parte da chuva cai nesta época do ano, fazendo com que seja o principal momento de plantio.
    CC BY-NC-ND / CICV / Mohamed Abdikarim
  • Os agricultores como Isaaq estão entre os mais afetados pela falta sucessiva de chuvas no ano passado, que piorou os efeitos da seca em todo o país. Em resposta, o CICV ofereceu ajuda financeira de 100 dólares a mais de 3 mil famílias rurais do distrito de Baidoa, para ajudá-las a superar a seca.
    CC BY-NC-ND / CICV / Mohamed Abdikarim
  • O dinheiro ajuda Isaaq a comprar comida para a sua família, bem como sementes e material agrícola antes das chuvas. Uma das vantagens desse tipo de assistência é que permite ao beneficiário decidir o que fazer com o dinheiro.
    CC BY-NC-ND / CICV / Mohamed Abdikarim
  • “Depósito de 100 dólares na sua conta.” A dinheiro é enviado por transferência bancária diretamente ao celular do depositário. Este sistema é seguro e transparente.
    CC BY-NC-ND / CICV / Mohamed Abdikarim
  • Isaaq plantará sorgo, um cultivo popular entre os agricultores, sendo a comida básica para a maioria das famílias rurais da região. As plantas crescem com pouca atenção e a colheita pode alimentar a família dele até a próxima estação das chuvas em dezembro. Os talos do cultivo são usados para alimentar os animais – nada é desperdiçado.
    CC BY-NC-ND / CICV / Mohamed Abdikarim
  • Ao todo, o CICV, com o apoio do Crescente Vermelho da Somália, prestará ajuda financeira a um total de 60 mil famílias afetadas pela seca (360 mil pessoas).
    CC BY-NC-ND / CICV / Mohamed Abdikarim
23 maio 2017

A ajuda financeira fornece às famílias na Somália um modo de sobreviver a uma das mais graves secas em potencial da história recente. Um grupo de 55 mil famílias já receberam 100 dólares cada, que as permitirá melhorar a sua situação atual.

Isaaq Abdirahman, agricultor de 54 anos de um povoado rural na região de Bay, perdeu todo o seu cultivo para a seca que assola muitas áreas da Somália. Ele se mudou com a família para um dos campos de deslocados lotados na periferia da cidade de Baidoa, onde eles têm acesso a comida, água e ajuda humanitária. Isaaq ficou para trás preparando a terra para a estação das chuvas no período de abril a junho, conhecida como Gu.

Receba o boletim do CICV