Colômbia: violência nos meios urbanos

12 março 2015

Durante 2014, todas as consequências humanitárias que o CICV registrou nas zonas rurais e distantes foram vividas também nos centros urbanos: deslocamento, desaparecimento de pessoas, mortes e ameaças, contaminação por armas, violência sexual e limitações aos meios de vida, entre outros.

Buenaventura, Tumaco e Medellín continuam sendo as três cidades mais afetadas, onde o CICV concentrou a sua ação humanitária. No entanto, a organização documentou 61 possíveis violações às normas humanitárias nessas e em outras zonas urbanas.

Diante da necessidade de ajuda, o CICV mobilizou a sua ação humanitária em zonas urbanas, em coordenação com a Cruz Vermelha Colombiana.

Medellín. O CICV, em coordenação com a Cruz Vermelha Colombiana, capacitou os professores de 16 escolas para que difundam o respeito à vida entre os seus alunos. ©CICV/Didier Revol

Resposta do CICV

  • 1,7 mil habitantes de 19 zonas urbanas aprenderam condutas que ajudam a prevenir acidentes com artefatos explosivos improvisados, resíduos explosivos de guerra e armas pequenas.
  • Em 40 centros urbanos, incluídas as principais cidades do país, o CICV promoveu a solidariedade para com as vítimas de desaparecimento e as suas famílias, através da campanha "Desaparecidos, o direito de saber".

 

 Fazer download do Relatório
 Colômbia 2014