Nigéria: CICV ajuda Hospital de Maiduguri a tratar vítimas de violência

  • Um homem ferido é ajudado a sair de um carro após chegar ao Hospital Estadual Especializado de Maiduguri.
    Um homem ferido é ajudado a sair de um carro após chegar ao Hospital Estadual Especializado de Maiduguri.
    O CICV treina profissionais saúde nigerianos e fornece materiais e equipamentos cirúrgicos e de primeiros socorros aos hospitais.
    CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo
  • Um homem que sofreu a amputação da sua perna esquerda se recupera no Hospital Estadual Especializado de Maiduguri.
    Um homem que sofreu a amputação da sua perna esquerda se recupera no Hospital Estadual Especializado de Maiduguri.
    O CICV fornece material de saúde e capacitação em cirurgia ao hospital, para ajudar seus profissionais a tratarem doenças e feridas causadas por explosões de bombas e balas.
    CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo
  • Um homem com a perna quebrada em tração. Uma granada explodiu dentro da sua loja quando uma criança a trouxe achando que era um brinquedo.
    Um homem com a perna quebrada em tração. Uma granada explodiu dentro da sua loja quando uma criança a trouxe achando que era um brinquedo.
    Milhares de pessoas procuraram abrigo em Maiduguri depois da deflagração da violência em outros locais da região nordeste da Nigéria. Muitos deles precisam de atendimento médico ou cirurgias. O CICV apoia o hospital enquanto lida com este fluxo incomum de pacientes.
    CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo
  • Um menino com um braço quebrado. Uma bomba explodiu em um mercado quando ele estava fazendo compras com sua mãe.
    Um menino com um braço quebrado. Uma bomba explodiu em um mercado quando ele estava fazendo compras com sua mãe.
    O CICV possibilita que pessoas deslocadas recebam tratamento no hospital em Maiduguri sem custo.
    CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo
  • Uma mulher com queimaduras graves amamenta seu bebê no Hospital de Maiduguri.
    Uma mulher com queimaduras graves amamenta seu bebê no Hospital de Maiduguri.
    A situação das pessoas deslocadas pela violência no nordeste da Nigéria, especialmente das mulheres e meninas, é extremamente complicada.
    CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo
  • Pacientes no Hospital Estadual Especializado de Maiduguri.
    Pacientes no Hospital Estadual Especializado de Maiduguri.
    Maiduguri é um dos 15 estabelecimentos de saúde que receberam materiais de primeiros socorros e medicamentos do CICV nos últimos meses.
    CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo
  • Duas pacientes feridas pela violência no nordeste da Nigéria.
    Duas pacientes feridas pela violência no nordeste da Nigéria.
    O CICV treinou 40 profissionais de saúde nigerianos que trabalham em hospitais da região nordeste para a gestão de situações com vítimas em massa e o tratamento de pacientes com ferimentos de guerra.
    CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo
  • Uma mãe cuida da filha doente no Hospital Maiduguri.
    Uma mãe cuida da filha doente no Hospital Maiduguri.
    A situação das pessoas deslocadas pela violência no nordeste da Nigéria, especialmente das mulheres e meninas, é extremamente complicada.
    CC BY-NC-ND / CICV / Jesus Serrano Redondo
  • Um anestesista cuida de um homem durante uma operação para tratar feridas causadas por armas no Hospital Estadual Especializado de Maiduguri.
    Um anestesista cuida de um homem durante uma operação para tratar feridas causadas por armas no Hospital Estadual Especializado de Maiduguri.
    Trabalhando em cooperação com o Ministério da Saúde, o CICV cuida dos deslocados internos e das pessoas feridas por armas que precisam de cirurgias de emergência.
    CC BY-NC-ND / ICRC / Jesus Serrano Redondo
04 junho 2015

O CICV apoia os estabelecimentos de saúde no nordeste da Nigéria enquanto tratam um fluxo de pacientes deslocados de outros locais na região. Muitos deles foram feridos por armas ou explosões.

O apoio da organização aos serviços de saúde no nordeste da Nigéria abrange:

  • A provisão de materiais e equipamentos aos hospitais quando recebem um fluxo de vítimas depois de um ataque;
  • A certificação de que os deslocados internos possam receber cirurgias gratuitas de emergência no Hospital Estadual Especializado de Maiduguri;
  • O fornecimento de medicamentos, equipamentos e materiais para primeiros socorros a 15 estabelecimentos na região nordeste que estão tratando deslocados internos e pessoas feridas pela violência;
  • A renovação de estabelecimentos como o centro Mala Kachala de assistência básica à saúde, que agora pode prestar atendimento para 75 mil pessoas no estado de Borno;
  • O treinamento de profissionais de saúde nigerianos para a gestão de situações com vítimas em massa e o tratamento de pacientes com ferimentos de guerra;

As fotos nesta galeria mostram parte do trabalho em andamento no Hospital Estadual Especializado de Maiduguri, um dos estabelecimentos que tratam as pessoas que fugiram da violência em outros locais do nordeste da Nigéria.