Nigéria: Responder às necessidades das comunidades afetadas por conflitos em 2017

Fatos e números

06 fevereiro 2018
Nigéria: Responder às necessidades das comunidades afetadas por conflitos em 2017

O conflito armado no nordeste da Nigéria teve consequências devastadoras para milhões de pessoas em toda a região do Lago Chade. Mais de dois milhões de pessoas foram obrigadas a se deslocar das suas casas e precisam desesperadamente de assistência.

Em 2017, o CICV forneceu ajuda emergencial, assistência para recuperar os meios de subsistência e treinamento, chegando a mais de 1.152.000 pessoas nas regiões do nordeste e central do país. Junto com outras Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha na região do Lago Chade, buscamos mais de 13,2 mil pessoas desaparecidas a pedido das suas famílias.

Em maio, as nossas equipes facilitaram a entrega de 82 "meninas de Chibok" liberadas após um pedido tanto do governo nigeriano como do grupo armado que as mantinha sob seu poder, sem participar das negociações que levaram à liberação delas.

Destaques do nosso trabalho em 2017

450 mil pessoas nas regiões nordeste e central receberam alimentos suficientes para três meses ou mais.
500,2 mil pessoas retornadas ou residentes isoladas em áreas de conflito receberam alimentos, máquinas e ferramentas agrícolas.
130,5 mil pessoas, incluindo viúvas, receberam dinheiro e treinamento básico para começar o seu próprio negócio.
581,3 mil pacientes incluindo 55,4 mil crianças foram atendidas em 25 centros de saúde primária que recebem apoio do CICV e em 4 clínicas móveis
17,3 mil vítimas foram tratadas e evacuadas pelas equipes de primeiros socorros da Cruz Vermelha Nigeriana.
860 mil pessoas deslocadas, retornadas e residentes tiveram acesso à água potável.