18 janeiro 2017

Trípoli, a segunda maior cidade do Líbano, foi, durante muitos anos, o palco de manifestações recorrentes de violência entre os bairros marginalizados de Bab el-Tebbaneh e Jabal Mohsen.

As duas comunidades, separadas por uma única rua com o peculiar nome de Syria Street, estão divididas segundo as linhas políticas do país, bem como pelas suas diferenças em relação ao conflito da Síria. Além disso, Bab el-Tebbaneh e Jabal Mohsen estão entre os bairros mais pobres do Líbano, padecendo de problemas de subdesenvolvimento e altas taxas de desemprego.

De 2008 a 2014, houve pelo menos 20 confrontos que mataram mais de 200 pessoas. Hoje, dois anos depois do fim dos confrontos, os moradores ainda estão tentando se recuperar.

Desde 2014, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) vem apoiando a população de ambas as comunidades, para ajudá-las a superar uma situação de pobreza e violência de longa data.

As nossas atividades compreendem projetos de remuneração por trabalhos prestados, um programa em que mulheres cozinham para pessoas vulneráveis e um projeto de reabilitação de portas e janelas para ambos os lados da rua.

Conheça a vida dos moradores da Syria Street

Receba o boletim do CICV