Síria: primeiro lote de ajuda humanitária essencial chega às pessoas encurraladas em Ghouta Oriental

05 março 2018
Síria: primeiro lote de ajuda humanitária essencial chega às pessoas encurraladas em Ghouta Oriental

Depois de inúmeras tentativas nas últimas semanas para ter acesso humanitário a Ghouta Oriental, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) finalmente chegou à cidade de Douma no início da manhã de hoje, como parte de um comboio de ajuda conjunta com o Crescente Vermelho Árabe Sírio e a Organização das Nações Unidas (ONU).

O comboio formado por 46 caminhões inclui 5,5 mil cestas alimentares para mais de 27,5 mil pessoas (uma cesta alimentar deveria ser suficiente para uma família de cinco pessoas durante um mês), junto com material médico e cirúrgico, como material para curativos.

"O comboio é um primeiro passo positivo e diminuirá o sofrimento imediato de alguns civis na região de Ghouta Oriental. Mas um comboio, por maior que seja, nunca será suficiente, considerando as condições calamitosas e a escassez que as pessoas enfrentam. O acesso humanitário frequente e contínuo é essencial e deve ser concedido no futuro", declarou o diretor do CICV para o Oriente Médio, Robert Mardini.

A última vez que o CICV pôde levar ajuda a Ghouta Oriental foi no dia 12 de novembro do ano passado.

Durante as últimas semanas de intensos combates, muitas pessoas de Ghouta Oriental perderam a vida devido aos enfrentamentos ou por não terem acesso a um atendimento médico. Ao buscarem abrigo para se protegerem contra os bombardeios contínuos, algumas famílias passaram dias em abrigos subterrâneos com pouquíssima comida para se manter.

Os hospitais, casas e estabelecimentos do Crescente Vermelho Árabe Sírio foram atingidos e continuam sendo alvo. Isso é inaceitável.

A cidade de Damasco tampouco foi poupada. Muitos bairros estiveram sob ataques de morteiros nas últimas semanas e muitos civis foram mortos e feridos.

O CICV fez inúmeros pedidos a todas as partes em conflito na Síria para que respeitem as normas de guerra, que estão sendo ignoradas. Hoje, mais uma vez, instamos as partes envolvidas a que tomem todas as precauções para poupar e proteger os civis.

Nota para editores:
As entrevistas com a equipe no terreno em Ghouta Oriental não estão disponíveis devido a questões de conectividade. Esperamos que o comboio retorne à cidade de Damasco hoje no final do dia.

Ingy Sedky, CICV Damasco, +963 930 336 718
Pawel Krzysiek, CICV Damasco, tel: +963 993 700 847
Yara Khaweja, CICV Beirute (Árabe), tel : +961 70 153 928
Iolanda Jaquemet, CICV Genebra, +41 79 447 37 26