Sudão do Sul: dezenas de milhares de pessoas fogem dos confrontos e enfrentam grave escassez de alimentos

09 maio 2015
Sudão do Sul: dezenas de milhares de pessoas fogem dos confrontos e enfrentam grave escassez de alimentos
Beneficiários fazem fila para receber alimentos depois de um lançamento aéreo do CICV no estado de Leer, Sudão do Sul. CC BY-NC-ND/CICV/Jacob Zocherman

Genebra/Juba (CICV) – O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) está extremamente preocupado com o bem-estar de dezenas de milhares de pessoas que, ao que consta, fugiram dos ferozes enfrentamentos no estado de Unity, no Sudão do Sul, nos últimos dias. A situação é ainda mais alarmante visto que as organizações humanitárias, incluindo o CICV, foram obrigadas a retirar funcionários fundamentais da área em meio ao confronto em curso.

O CICV faz um apelo a todas as partes em conflito para que poupem os civis e facilitem o trabalho das organizações humanitárias e dos profissionais de saúde.

"Essas comunidades enfrentam uma luta para a sobrevivência, escondendo-se na mata em condições difíceis inimagináveis. A situação é aterradora", afirmou o chefe da delegação do CICV no Sudão do Sul, Franz Rauchenstein.

Com a temporada de chuvas que se aproxima rapidamente, as comunidades agrícolas no estado de Unity precisam semear as suas plantações agora para garantir colheitas decentes – algo que não podem fazer devido aos confrontos. "Já existe uma escassez de alimentos e muitas pessoas não têm opção, senão depender da ajuda alimentar. Essa dependência aumentará ainda mais agora. Ao mesmo tempo, os grupos de ajuda humanitária enfrentam dificuldades para manter uma presença nas áreas mais afetadas devido à falta de segurança. É um círculo vicioso que deixa milhares de pessoas em condições extremamente vulneráveis", acrescentou Rauchenstein.

Devido às intensas operações militares na área, o CICV temporariamente retirou os seus funcionários internacionais da cidade de Leer, no estado de Unity como uma medida de precaução.

O CICV trabalha para promover o respeito às leis de guerra por meio do diálogo com as partes beligerantes. A organização lembra essas partes, nos termos mais veementes possíveis, das suas obrigações de proteger e respeitar os civis, em particular, as mulheres e as crianças.

O CICV fornece cestas alimentares regularmente às famílias no condado de Leer desde que a atual crise se deflagrou em dezembro de 2013. A organização buscará prestar ajuda emergencial às famílias recém-deslocadas assim que possível.

Mais informações:
Pawel Krzysiek, CICV Juba: tel: +211 912 360 038 ou +211 923 158 196;