Sudão do Sul: fome e deslocamento em níveis supreendentes, afirma presidente do CICV durante visita

17 agosto 2017
Sudão do Sul: fome e deslocamento em níveis supreendentes, afirma presidente do CICV durante visita

Juba (CICV) - O presidente do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Peter Maurer, chegou ao Sudão do Sul hoje para testemunhar os efeitos devastadores que a violência contínua no país tem sobre milhões de moradores em vias de entrar em uma situação de fome extrema.

Os números relativos à violência no Sudão do Sul relevam o nível de brutalidade perpetrado contra os civis. Da população total de 12 milhões de pessoas no país, um em cada três moradores está deslocado; enquanto que um em cada dois está em situação grave de fome e carece de assistência alimentar.

"O número de pessoas famintas e deslocadas no Sudão do Sul é avassalador", afirmou o presidente do CICV. "A escala impressionante do sofrimento é prova do efeito acumulativo de três anos e meio de um estilo de enfrentamento que parece ajustado para aumentar a miséria. O método de guerra não deveria impactar diretamente na vida de tantos civis."

Ataques físicos e sexuais graves contra os civis, obstrução da prestação de assistência à saúde e outros abusos continuam sendo relatados no país. As necessidades médicas são cada vez maiores devido ao aumento dos enfrentamentos. O número de pessoas feridas tratadas nos hospitais que recebem apoio do CICV é significativamente mais elevado este ano em comparação com o mesmo período no ano passado. O CICV realizou mais de 500 evacuações médicas este ano, mais do que em todo o ano de 2016.

O conflito prolongado separa um número incalculável de famílias. Quase dois milhões de pessoas fugiram pelas fronteiras do Sudão do Sul e outros dois milhões são deslocadas internas. O número de familiares separados pelo conflito e reunidos pelo CICV já é maior este ano do que no ano passado, chegando a quase 50, das quais muitas são crianças.

Durante a sua visita ao Sudão do Sul, Maurer se reunirá com autoridades governamentais de alto escalão e visitará as operações de assistência alimentar, médico-cirúrgica e abastecimento de água no terreno. O presidente viajará, então, para os campos de refugiados de Imvepi e Rhino, em Uganda, para conhecer alguns refugiados do Sudão do Sul e escutar em primeira mão os desafios que eles enfrentam. Na segunda-feira, 21 de agosto, o presidente Maurer deverá se reunir com o presidente de Uganda, Yoweri Museveni.

Mais informações::


Jason Straziuso, CICV Nairobi, tel: +254 733 622 026
Aurélie Lachant, CICV Genebra, tel: +41 79 244 6405

Receba o boletim do CICV