Sudão do Sul: inanição é uma ameaça, a menos que sejam tomadas medidas urgentes

10 junho 2015
Sudão do Sul: inanição é uma ameaça, a menos que sejam tomadas medidas urgentes
Menino em frente à sua casa queimada em Leer, Sudão do Sul, em 23 de maio de 2015. CC BY-NC-ND / CICV / P. Krzysiek

Juba/Genebra (CICV) – O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) alertou que é preciso que se tomem medidas urgentes para salvar milhares de pessoas no Sudão do Sul da inanição. Estima-se que mais de cem mil pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas nas últimas quatro semanas devido ao recrudescimento da violência.

Esse número se soma a cerca de 2 milhões de pessoas que já haviam sido obrigadas a fugir das suas casas nos últimos 18 meses desde o início da crise. Muitas atravessaram para os países vizinhos Etiópia, Uganda, Sudão e Quênia.

"Recebemos informações sobre diversos ataques contra os civis. As nossas equipes médicas estão realizando cirurgias para salvar vidas de maneira incessante para lidar com o fluxo de feridos. A situação humanitária está piorando. Muitas pessoas foram mortas ou feridas. Algumas pessoas foram deslocadas pela segunda ou terceira vez", informou o chefe de operações do CICV para o leste da África, Eric Marclay.

"Existe uma necessidade urgente de se respeitarem incondicionalmente os civis. As partes beligerantes, a comunidade internacional e as agências de ajuda devem tomar medidas imediatas, contínuas e abrangentes. E também existe uma necessidade desesperada de alimentos e água potável, ademais do acesso à assistência à saúde. Se a situação não melhorar, as vidas de centenas de milhares de pessoas estão em perigo", acrescentou.

A situação é particularmente grave nos condados de Koch, Mayendit, Rubkona e Leer no estado de Unity; condados de Malakal, Melut, Akoka e Longuchok no estado de Upper Nile; e nas partes central e nordeste do estado de Jonglei. A atividade econômica é mínima, o preço dos alimentos subiu e os serviços básicos são limitados.

O CICV proporciona um importante apoio às comunidades locais, que inclui o fornecimento de cestas alimentares, sementes e ferramentas para os agricultores, campanhas de vacinação de animais, assim como assistência médica e cirúrgica para as comunidades afetadas pelos recentes confrontos

No entanto, um esforço mais substancial é necessário. Dada a situação, o CICV faz um apelo aos doadores para arrecadar mais 22 milhões de francos suíços (23 milhões de dólares) para um orçamento total de 153 milhões de francos suíços (162 milhões de dólares). O CICV visa distribuir alimentos a quase 340 mil pessoas (inicialmente, estava planejado 150 mil) e aumentar a distribuição de sementes e vacinação do gado. O Sudão do Sul é a segunda maior operação do CICV no mundo, depois da Síria.

Mais informações:
Jason Straziuso, CICV Juba, tel: +211 922 029 071
Jean-Yves Clémenzo, CICV Genebra, tel: +41 79 217 32 17

 

Todas as fotos (salvo quando indicado): CC BY-NC-ND/CICV/Pawel Krzysiek e Jason Straziuso

As pessoas começaram a retornar a Leer no dia 23 de maio de 2015, depois de fugirem de um ataque militar iminente.

As pessoas começaram a retornar a Leer no dia 23 de maio de 2015, depois de fugirem de um ataque militar iminente.

Uma moradora de Leer, Sudão do Sul, em frente à sua casa de barro e palha, pouco depois de esta ter sido incendiada.

Uma moradora de Leer, Sudão do Sul, em frente à sua casa de barro e palha, pouco depois de esta ter sido incendiada.

Três mulheres separam o sorgo doado pelo CICV em Leer, Sudão do Sul, em uma pista de pouso em 26 de maio de 2015. ©/Jacob Zo

Três mulheres separam o sorgo doado pelo CICV em Leer, Sudão do Sul, em uma pista de pouso em 26 de maio de 2015. ©/Jacob Zo

Uma pessoa ferida sendo levada para um avião do CICV, que a transportará para um hospital regional em 26 de maio de 2015.

Uma pessoa ferida sendo levada para um avião do CICV, que a transportará para um hospital regional em 26 de maio de 2015.

Mulheres em Leer, Sudão do Sul, sentadas em uma pista empoeirada durante a distribuição de alimentos e ajuda do CICV

Mulheres em Leer, Sudão do Sul, sentadas em uma pista empoeirada durante a distribuição de alimentos e ajuda do CICV

Moradores de Leer, Sudão do Sul, se reúnem ao redor de um avião do CICV que leva sorgo para essa remota cidade, 26 de maio 2015

Moradores de Leer, Sudão do Sul, se reúnem ao redor de um avião do CICV que leva sorgo para essa remota cidade, 26 de maio 2015

Relatório do CICV: a menos que sejam tomadas medidas urgentes, a inanição é uma ameaça (em inglês)

Receba o boletim do CICV