Zimbábue: viver no limite com as minas antipessoal

03-04-2014

Comunidades vivendo ao longo da fronteira do Zimbábue com Moçambique continuam sofrendo os efeitos das minas antipessoal 30 anos após elas serem colocadas. Desde 2012, o CICV vem trabalhando com o Centro de Ação contra as Minas do país (Zimac) para melhorar a capacidade das pessoas que trabalham na procura, limpeza e destruição desses artefatos no sudeste do Zimbábue.