Atender melhor às pessoas necessitadas por meio da cooperação com o Fórum Econômico Mundial

22 janeiro 2016

Nos últimos anos, o CICV amadureceu o seu compromisso com o Fórum Econômico Mundial (FEM): delegados da organização comparecem regularmente aos eventos organizados pelo FEM e participam das suas iniciativas. Desde 2014, o presidente do CICV é membro do Conselho de Fideicomissários do Fórum.

Colaboração e diálogo

Embora as duas organizações tenham missões, prioridades e formas de pensar diferentes, ambas enfatizam a colaboração e o diálogo entre setores e operam desde Genebra com uma perspectiva global.
O CICV participa das reuniões do FEM há mais de uma década. Em 2015, representantes da organização participaram da Reunião Anual do Fórum em Davos, em cúpulas regionais na Ásia, na América Latina, no Oriente Médio e no Norte da África, na Reunião Anual dos Novos Campeões em Dalian (China) e na Cúpula da Agenda Global em Abu Dhabi. A presença de diversos atores nesses eventos oferece oportunidades para o CICV se conectar com uma grande variedade de líderes e organizações.

O CICV também participa ativamente de iniciativas e consultas organizadas pelo FEM em assuntos relevantes para a organização.

Este compromisso com o Fórum e as suas comunidades oferece ao CICV oportunidades valiosas para abrir novos canais diplomáticos, compartilhar as suas preocupações humanitárias, chegar a uma diversidade de líderes influentes, ganhar apoio para operações fundamentais no campo e fomentar a colaboração inovadora com o FEM e algumas das suas instâncias. Permitem que o CICV se conecte não só com o Fórum como organização, mas também com as comunidades que este criou e com as iniciativas que patrocina.

O CICV contribui para as reuniões e iniciativas do FEM com o seu profundo conhecimento sobre os assuntos humanitários em todos os seus aspectos legais, operacionais e relativos a políticas públicas e sobre as dinâmicas de conflito e desafios sociais, além da sua experiência no compromisso com Estados e outras organizações internacionais para responder a algumas das necessidades mais fundamentais.

Funções corporativas em ambientes frágeis e na resposta humanitária

O CICV assumiu um papel ativo em dois dos Conselhos da Agenda Global (CAG) criados pelo FEM.

O presidente do CICV preside o CAG sobre Fragilidade, Violência e Conflito. Este Conselho desenvolveu dois fluxos de trabalho: um sobre investimentos em ambientes frágeis e outro sobre a resiliência em grandes contextos urbanos.

O diretor de recursos financeiros e logística do CICV é membro do CAG sobre Resposta Humanitária. O Conselho explora novas maneiras de aumentar a capacidade de todos os atores envolvidos na ação humanitária.

A participação nesses Conselhos fornece ao CICV a oportunidade de moldar os debates e as iniciativas e uma chance de interagir com outros órgãos como parte das suas iniciativas para se manter no topo das melhores práticas humanitárias em ambientes complexos. A presença de representantes corporativos cria oportunidades para parcerias público-privadas inovadoras em apoio às metas humanitárias.
Criação de redes, formação de agendas e construção de parcerias

O presidente do CICV, Peter Maurer, se uniu ao Conselho de Fideicomissários do FEM em novembro de 2014, na tentativa de ampliar a capacidade da organização para cumprir a sua missão humanitária por meio da expansão de redes e parcerias. Graças à sua presença como membro do Conselho, o CICV consegue moldar de forma mais proativa o diálogo entre os diversos atores, organizado pelo Fórum, e compartilhar a experiência em auxiliar, proteger e fortalecer populações vulneráveis no mundo inteiro. Além disso, a presença como membro oferece uma oportunidade única para o CICV de adquirir conhecimentos mais profundos sobre tendências globais e o seu possível impacto na ação humanitária.

Resultados positivos do compromisso com o FEM

Até agora, o compromisso cada vez maior do CICV com o Fórum permitiu à organização:

  • conectar-se e interagir com várias comunidades do FEM, entre elas o Conselho de Fideicomissários, o Conselho Internacional de Negócios, os Jovens Líderes Globais, os Formadores Globais e os Empreendedores Sociais;
  • contribuir para as discussões sobre a fragilidade, a violência e o conflito, com o qual garantiu que esses assuntos recebessem a atenção adequada nos eventos ligados ao FEM e do público mais amplo;
  • contribuir para o desenvolvimento de um programa sólido dedicado a assuntos humanitários na Reunião Anual do Fórum de 2016 em Davos;
  • beneficiar-se com o conhecimento e com a rede estendida do FEM no intuito de apoiar iniciativas do CICV como a Parceria Global para a Inovação e o Impacto Humanitário;
  • fortalecer o papel do CICV como organização humanitária inovadora com comunicação fluída com atores influentes e fundamentais;
  • oferecer conhecimentos sobre os desafios da ação humanitária às comunidades e iniciativas do FEM;
  • ampliar as perspectivas dos líderes internacionais sobre a avaliação de riscos durante discussões organizadas pelo FEM.

 

Receba o boletim do CICV