Direito Internacional Humanitário e operações cibernéticas durante conflitos armados

Neste documento de posição, o CICV apresenta sua opinião sobre as operações cibernéticas e o Direito Internacional Humanitário (DIH).

13 fevereiro 2020
Direito Internacional Humanitário e operações cibernéticas durante conflitos armados

O uso de operações cibernéticas durante conflitos armados é uma realidade. Embora apenas alguns Estados tenham reconhecido publicamente o uso de tais operações, um número crescente de Estados desenvolve capacidades militares, cuja utilização provavelmente aumentará no futuro. Nos últimos anos, as operações cibernéticas mostraram que podem afetar seriamente a infraestrutura civil e causar danos humanos.

Este documento de posição aborda:

  • O potencial custo das operações cibernéticas;
  • A aplicação do DIH às operações cibernéticas durante os conflitos armados;
  • A proteção oferecida pelas normas do DIH vigentes;
  • A necessidade de discutir como o DIH se aplica;
  • A atribuição de conduta no ciberespaço para fins de responsabilidade dos Estados.

 

O documento de posição está disponível em:
portuguêsárabe, chinês, inglês, francês, russo, and espanhol.

Português: Direito Internacional Humanitário e operações cibernéticas durante conflitos armados

Inglês: Direito Internacional Humanitário e operações cibernéticas durante conflitos armados

Espanhol: Direito Internacional Humanitário e operações cibernéticas durante conflitos armados

Árabe: Direito Internacional Humanitário e operações cibernéticas durante conflitos armados

Chinês: Direito Internacional Humanitário e operações cibernéticas durante conflitos armados

Francês: Direito Internacional Humanitário e operações cibernéticas durante conflitos armados

Russo: Direito Internacional Humanitário e operações cibernéticas durante conflitos armados