Empoderando pessoas com deficiência em 2015: fatos e números

26 abril 2016
Empoderando  pessoas com deficiência em 2015: fatos e números
Ngov Chreb joga no time feminino de basquete em cadeira de rodas de Camboja e tem uma cafeteria móvel, graças à reabilitação e ao apoio econômico do CICV. CC BY-NC-ND / CICV / Thanapa T.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) ajuda as pessoas com deficiência por meio do programa de reabilitação física e do seu Fundo Especial para Pessoas com Deficiência (FEPD). Dentre as pessoas que atendemos, estão vítimas de conflitos armados, outras situações de violência, minas e resíduos explosivos de guerra.

Administramos ou apoiamos serviços de reabilitação física e ajudamos as pessoas com deficiência a se integrarem à sociedade por meio de atividades como esportes ou programas de apoio aos meios de subsistência.

Reabilitação física

Em 2015, o CICV prestou serviços de reabilitação física para 416,7 mil pessoas em 47 países, tanto diretamente como por intermédio do Fundo Especial para Pessoas com Deficiência.

2015 Ajuda direta
do CICV
Ajuda do CICV
via FEPD
Total
Países e projetos      
Países atendidos 32 15 47
Projetos realizados 129 30 159
Material fornecido      
Próteses 20,9 mil 5 mil 25,9 mil
Órteses 88,9 mil 13 mil 101,9 mil
Cadeiras de rodas 5,6 mil 500 6,1 mil
Pares de muletas 20,8 mil 2,6 mil 23,4 mil
Pessoas      
Pessoas que receberam o serviço 365 mil 51,7 mil 416,7 mil
Pacientes de fisioterapia 177,4 mil 4,4 mil 181,8 mil
Mulheres 33% 20%  
Crianças 21% 53%  
Homens 56% 27%  

Todos os números superiores a 400 foram arredondados para a centena seguinte mais próxima.

Inclusão das pessoas com deficiência na sociedade

Ajudamos as pessoas com deficiência a terem um papel integral na sociedade por meio do esporte, programas econômicos, treinamento e educação..

2.418 pessoas participaram de atividades esportivas
23.946 pessoas participaram de programas econômicos
748 pessoas participaram de treinamentos vocacionais
2.071 pessoas participaram de programas de educação

Treinamento e apoio à equipe

Tudo isso seria impossível sem funcionários altamente treinados.

15 funcionários dos países onde trabalhamos receberam bolsas de estudos do FEPD para participar de cursos com duração de um a três anos em próteses e órteses em escolas regionais ou participaram de cursos de ensino à distância.

227 funcionários e estudantes participaram de cursos de treinamento básico e/ou receberam patrocínio para a seminários regionais.

O FEPD realizou 33 visitas de apoio técnico/monitoramento a 14 centros, com a duração de uma a quarto semanas, que duraram entre uma e quarto semanas e incluíram acompanhamento na formação profissional, prática e cursos de reciclagem para os profissionais locais.

Receba o boletim do CICV