República Democrática do Congo: fatos e números para 2015

14 março 2016
República Democrática do Congo: fatos e números para 2015
Bunyatenge e Muhanga, Lubero Territory, North Kivu. O CICV e a Cruz Vermelha do país distribuem utensílios domésticos básicos a 1,8 mil famílias de deslocados e retornados. CC BY-NC-ND/CICV/ Musubao Kivauvwamo Muhindo

O CICV trabalha na República Democrática do Congo (RDC) desde 1978, com uma delegação em Kinshasa, subdelegações em Bukavu, Goma, Kisangani e Lubumbashi e escritórios em Manono, Uvira, Beni e Bunia.

Uma visão geral do trabalho do CICV na RDC em 2015:

744 crianças desacompanhadas foram reunidas com as suas famílias (432 das quais estavam associadas com forças armadas ou grupos armados).

715 feridos de guerra (civis e combatentes foram operados por equipes cirúrgicas pertencentes ao CICV ou por equipes capacitadas pela organização).

1.055 pessoas com deficiência foram beneficiadas com os serviços de reabilitação física, incluindo 607 que receberam membros artificiais.

4,2 mil vítimas de violência sexual e outros traumas psicológicos em North e South Kivu receberam apoio psicológico.

Food distribution

218 mil pessoas receberam sementes agrícolas ou filhotes de peixe para criação, e 73 mil receberam alimentos.

medical assistance

102 mil deslocados receberam utensílios domésticos básicos (diretamente ou mediante um sistema de cupom).

2.880 detidos receberam cestas alimentares mensais.

223 mil pessoas obtiveram acesso à água graças à nova rede de distribuição nas áreas rurais.

6,9 mil membros das forças armadas e de segurança, bem como outros portadores de armas, foram treinados em Direito Internacional Humanitário (DIH).

 

Mais informações: consulte os fatos e números completos para a Rep. Democrática do Congo. (em francês)

República Democrática do Congo: fatos e números para 2015 (em francês)