Síria: civis devem ser protegidos, permanecendo ou não na zona leste de Aleppo

28 julho 2016
Síria: civis devem ser protegidos, permanecendo ou não na zona leste de Aleppo

Genebra/Damasco (CICV) – A criação de corredores humanitários na zona leste de Aleppo, como proposto esta manhã, deve garantir a segurança e a proteção de todos os civis, independente da decisão deles de sair da cidade ou não, afirmou hoje o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

"Qualquer iniciativa que tenha êxito em possibilitar uma pausa para os civis da violência incessante e indiscriminada, permitindo que eles possam sair voluntariamente para áreas mais seguras, será bem-vinda", declarou o diretor regional do CICV para o Oriente Médio e Próximo, Robert Mardini. "Porém, os corredores humanitários precisam ser bem planejados e com precaução, devendo ser implementados com o consentimento das partes de todos os lados".

Caso algumas pessoas decidam deixar as suas casas, além das garantias de que possam se movimentar em segurança, o planejamento deve assegurar que eles possam ter acesso adequado a abrigos e assistência e que as famílias não se separem. Aqueles que decidirem, seja qual for a razão, permanecer na zona leste de Aleppo devem ser protegidos e todos os lados devem permitir que as agência humanitárias cheguem até eles e avaliem as suas condições e necessidades.

"O que precisamos urgentemente é uma pausa humanitária em todas as áreas de Aleppo afetadas pela violência", acrescentou Mardini. "Pedimos que isso seja implementado diariamente e o mais rápido possível. As nossas equipes precisam chegar até as comunidades no leste de Aleppo agora, em especial as famílias e os mais vulneráveis, como os idosos, doentes, feridos e detidos."

O CICV e o Crescente Vermelho Árabe Sírio estão a postos para incrementar a resposta humanitária na cidade e na província de Aleppo. Nas últimas semanas, houve combates intensos na cidade e arredores, que foram marcados por uma alarmante falta de respeito pelos civis, estabelecimentos de saúde e infraestrutura civil.

Mais informações:

Ralph El Hage, CICV Amã, +962 778 454 382
Krista Armstrong, CICV Genebra +41 79 447 37 26

 

Receba o boletim do CICV