Ucrânia: sozinha mas não negligenciada

02 agosto 2016

Pelageya tem 89. Ela vive sozinha em uma casa antiga no povoado de Bladodatne, na região de Donetsk. Ela precisa de atendimento médico diário e ajuda na casa. Uma equipe de enfermeiros da Cruz Vermelha Ucraniana se assegura de que pessoas como Pelageya tenham a ajuda que precisam, mesmo durante o conflito.

Receba o boletim do CICV