Armas explosivas em áreas povoadas: consequências para civis

15 junho 2015

Cada vez mais, as armas explosivas projetadas para as batalhas em campo aberto são empregadas nas pequenas e grandes cidades. Os efeitos nos civis são com frequência devastadores, mesmo quando as armas têm como objetivo alvos militares legítimos.

Os efeitos diretos das armas explosivas nos civis em áreas densamente povoadas são evidentes: mortes, ferimentos e danos. Os efeitos indiretos são menos óbvios. Estragos nas redes d'água, eletricidade e esgoto afetam os serviços como os de saúde e de abastecimento de água, levando à disseminação de doenças e ocasionando mais mortes. Diante de uma devastação desse tipo, aos civis que sobrevivem, muitas vezes, não lhes resta outra opção do que ir embora, e o deslocamento costuma ser por longos períodos.

Em fevereiro de 2015, o CICV convocou uma reunião de especialistas sobre o tema do uso das armas explosivas em áreas povoadas, cujo relatório elaborado pela organização se encontra abaixo (em inglês).

Armas explosivas em áreas povoadas: aspectos humanitários, legais, técnicos e militares (em inglês)