Brasil: Atividades de Familiares de Pessoas Desaparecidas

Fotos das atividades realizadas durante a Avaliação das Necessidades de Familiares de Pessoas Desaparecidas em Contexto de Violência e Outras Circunstâncias no Estado de São Paulo

  • Dinâmica em grupo de familiares de pessoa desaparecidas na Avaliação de Necessidades em São Paulo
    Dinâmica em grupo de familiares de pessoa desaparecidas na Avaliação de Necessidades em São Paulo
    Durante um encontro de dois dias com os familiares em São Paulo, uma equipe multidisciplinar do CICV conduziu sessões em grupo com o intuito de entender quais são as prioridades para os familiares de pessoas desaparecidas e como elas podem ser abordadas.
    Foto: Victor Moriyama/CICV
  • A Coordenadora Larissa Leite em atividade com um Familiar de Pessoa Desaparecida na Avaliação de Necessidades em São Paulo
    A Coordenadora Larissa Leite em atividade com um Familiar de Pessoa Desaparecida na Avaliação de Necessidades em São Paulo
    O CICV acompanha grupos de familiares de pessoas desaparecidas, a fim de compreender suas necessidades e apoiá-los para que aprendam a conviver com a incerteza da ausência.
    Foto: Vitor Moryama/CICV
  • Foto em grupo de familiares de pessoa desaparecida que participaram Avaliação de Necessidades em São Paulo
    Foto em grupo de familiares de pessoa desaparecida que participaram Avaliação de Necessidades em São Paulo
    Com a ajuda de associações e serviços públicos de atenção a situações de desaparecimento, foram selecionados 27 participantes para a Avaliação de Necessidades dos Familiares de Pessoas Desaparecidas, levando em conta a diversidade dos casos e considerando a segurança e bem-estar dos entrevistados.
    Foto: Victor Moriyama/CICV
  • Familiar de pessoa desaparecida realiza atividade escrita na Avaliação de Necessidades em São Paulo
    Familiar de pessoa desaparecida realiza atividade escrita na Avaliação de Necessidades em São Paulo
    Além da condução de entrevistas e rodas de conversa, uma das formas de compreender as dificuldades e angústias enfrentadas por familiares de pessoas desaparecidas foi por meio de atividades escritas.
    Foto: Victor Moriyama/CICV