Brasil: Comitê Internacional da Cruz Vermelha doa produtos de higiene e EPIs a hospital de Pacaraima

Brasil: Comitê Internacional da Cruz Vermelha doa produtos de higiene e EPIs a hospital de Pacaraima
Foto: Wunder/CICV

Brasília (CICV) – O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) doou equipamentos de proteção individual (EPIs) e produtos de higiene e limpeza destinados ao Hospital Délio de Oliveira Tupinambá (HDOT), em Pacaraima, cidade situada no norte do Estado de Roraima, na fronteira com a Venezuela.

As doações foram feitas à Secretaria de Estado de Saúde de Roraima (Sesau). Entre os produtos oferecidos, há 700 pares de luvas de procedimento e cirúrgicas, mil máscaras cirúrgicas, 100 unidades de avental descartável impermeável, álcool em gel, sabão líquido, fraldas geriátricas, papel toalha, água sanitária e macacões de proteção. As doações vão beneficiar a população local que vive na região da fronteira e a população migrante. Cerca de 900 pessoas são atendidas por mês no local.

Na avaliação do chefe do escritório do CICV em Boa Vista, Fernando Fornaris, é importante fortalecer ações de prevenção contra a propagação do novo coronavírus. "O CICV, como organização humanitária, compartilha com as autoridades locais a responsabilidade de cuidar das populações mais vulneráveis", afirmou.

O hospital também recebeu sacos mortuários, que contribuirão ao manejo digno de pessoas falecidas no local, assim como à proteção dos profissionais de saúde, já que os sacos mortuários criam uma barreira adicional entre os profissionais e os falecidos por COVID-19 para impedir o contágio.

Para o secretário adjunto de Saúde de Roraima, Armando Santos, a ação reforçará as medidas adotadas pelo estado para conter os impactos da pandemia. "Toda contribuição à população é sempre uma ajuda importante. O trabalho solidário do CICV tem feito a diferença no Brasil e no mundo e nós agradecemos essa parceria", avaliou.

Desde 2018, o CICV conta com um escritório em Roraima, onde a instituição oferece serviço de conectividade entre migrantes e seus familiares – tanto em Boa Vista como em Pacaraima – e também desenvolve projetos de água e saneamento.

O CICV em Roraima

O CICV busca ajudar a responder às consequências humanitárias da migração, incluindo as necessidades das populações acolhedoras. Neste sentido, a organização busca colaborar com as autoridades federais, estaduais e municipais, assim como com atores internacionais e a sociedade civil para apoiar iniciativas relacionadas à temática migratória. Além disso, desenvolve ações em diferentes áreas, entre elas Restabelecimento de Laços Familiares (RLF), infraestrutura de acesso à água e saneamento, e proteção às pessoas vulneráveis.