Mostra “Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália no olhar de André Liohn” é aberta

  • Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Durante a abertura da mostra, no dia 28 de maio, o chefe da Delegação do CICV para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, Lorenzo Caraffi , lembrou que é fundamental garantir a prestação imparcial e eficaz dos serviços médicos em situações de conflito armado e também em outras emergências.
    Itaci Batista/CICV
  • Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    O secretário da Cultura do Estado de São Paulo, Marcelo Mattos Araujo, lembrou da importância de conhecer o trabalho do fotojornalista. “(O trabalho) nos coloca em contato com a realidade de outros povos; nos estimula a um pensamento global sobre política, sobre humanidade e sobre solidariedade, a partir da leitura e da interpretação das imagens”, afirmou.
    Itaci Batista/CICV
  • Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Depois de ser apresentada em Brasília, a exposição “Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália no olhar de André Liohn” chegou à Biblioteca do Parque Villa-Lobos em São Paulo, no Alto de Pinheiros A entrada é gratuita, de terça a domingo, das 10h às 19h.
    Nelson Kohn/BVL
  • Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Autoridades, jornalistas, parceiros e colaboradores do CICV visitaram a mostra. Da esquerda para a direita, André Vianna e Virgínia Canedo, ambos do CICV, Coronel Kenji Konishi, Diretor de Polícia Comunitária e Direitos Humanos da Polícia Militar do Estado de São Paulo, e Flávio de Mattos, também do CICV.
    Itaci Batista/CICV
  • Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    O fotojornalista André Liohn contou um pouco da experência vivida nos dois países e chamou a atenção para as dificuldades vividas pelos profissionais de saúde nesses contextos.
    Itaci Batista/CICV
  • Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    A mostra exibe mais de 60 fotos realizadas em hospitais ameaçados e nas linhas de combate entre 2010 e 2013. As imagens retratam a dura realidade de dois países nos quais o CICV atua e mostra a urgência de adotar medidas para que a violência contra pacientes, instalações, veículos e profissionais de saúde em conflitos armados e emergências acabe.
    Itaci Batista/CICV
  • Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    A mostra fotográfica do premiado fotojornalista brasileiro André Liohn tem o objetivo de alertar para a necessidade da adoção urgente de medidas que cessem a violência contra profissionais de saúde, pacientes e instalações médicas, em áreas de conflito armado e emergências.
    Itaci Batista/CICV
  • Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Também fotojornalista, João de França esteve presente em uma das visitas guiadas com André Liohn e afirmou que além de um resultado reflexivo, a exposição se destaca em relação à outras, da mesma temática: “É um trabalho muito bem produzido de alguém que viu de perto, em São Paulo, vi poucos trabalhos como esse que o André Liohn fez”, conta.
    Itaci Batista/CICV
  • Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Exposição "Assistência à Saúde em Perigo: Líbia e Somália sob o olhar de André Liohn", São Paulo.
    Para a estudante Lívia Takassiki, a exposição mostra uma perspectiva diferente das organizações em relação às áreas de conflito armado.
    Itaci Batista/CICV
09 junho 2015

São Paulo recebe a exposição do fotojornalista André Liohn, que reflete a dura realidade da Líbia e da Somália, dois países nos quais o CICV atua. As imagens mostram a urgência de adotar medidas para que a violência contra pacientes, estabelecimentos, veículos e profissionais de saúde em conflitos armados e emergências acabe. Além de Liohn, a cerimônia de abertura contou com a presença do chefe da Delegação do CICV para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, Lorenzo Caraffi, do secretário da Cultura do Estado de São Paulo, Marcelo Mattos Araujo, e de outros convidados. A mostra está aberta para visitação até o dia 5 de julho, sempre entre terça e domingo, das 10h às 19h, na Biblioteca do Parque Villa-Lobos. A entrada é gratuita.