Coronavírus: Pandemia de COVID-19

Para as pessoas que vivem em zonas de conflito, a disseminação da pandemia da doença causada pelo coronavírus (também conhecida como COVID-19) representa uma drástica ameaça para a vida. Os sistemas de saúde estão destroçados pela guerra e poderia ser difícil para as pessoas nessas áreas priorizarem ações relacionadas com a COVID-19, pois podem ter outras ameaças à vida mais imediatas, como tiroteios e bombardeios, ou a falta de assistência vital à saúde para outras necessidades médicas.

Emergência COVID-19- Faça a sua doação

A superpopulação, a falta de ventilação e de infraestrutura adequadas, as condições de saúde, higiene e saneamento deficientes favorecem a disseminação de doenças contagiosas, como a COVID-19, que podem rapidamente afetar um grande número de pessoas dentro dos lugares de detenção. CICV

Além de apoiar os sistemas de saúde frágeis que podem estar vulneráveis à pandemia da doença do coronavírus (COVID-19), o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) trabalha de perto e em conjunto com as autoridades para entender que tipo de medidas preventivas podem ser implementadas nos lugares de detenção para evitar a disseminação aí e também para lembrar as autoridades de incluir as pessoas detidas nos planos nacionais contra o coronavírus.

Os lugares de detenção - que estão superlotados e sofrem com a falta de higiene e ventilação - representam um desafio extra em termos de prevenção e controle de doenças infecciosas, incluindo a COVID-19.

O CICV trabalha junto com as autoridades relevantes em muitos lugares de detenção no mundo todo para fortalecer as práticas padrões como a triagem médica dos recém-chegados e o estabelecimento de medidas de prevenção - como pontos para lavar as mãos - para as pessoas detidas, visitas, guardas e fornecedores.

"Os lugares de detenção em países em conflito representam um grande desafio para as autoridades que trabalham para prevenir e controlar a COVID-19." 
— Esperanza Martinez, chefe de saúde global do CICV

O perigo da pandemia de coronavírus vai além das pessoas que estão confinadas; as pessoas que foram deslocadas pelo conflito são quase sempre particularmente vulneráveis à complicações de saúde ou pior: a serem expostas a um surto de COVID-19. O alojamento temporário ou campos estão superlotados, quase sempre sem condições de saneamento e abrigo adequadas e pouco acesso a cuidados médicos e alimentação saudável. Devemos pensar no bem-estar e no acesso a informações e assistência à saúde que elas precisam no caso de um surto.

Durante o surto de uma doença, em particular no caso da COVID-19, são os fatos - não o medo - que protegem as pessoas e os seus entes queridos. A família da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho está educando o público sobre o coronavírus, compartilhando informações sobre como evitar que informações errôneas se espalhem e reduzir os rumores, e incentivando as comunidades a praticarem o distanciamento social para a sua própria segurança.