10 mitos e verdades sobre a Covid-19

10 mitos e verdades sobre a Covid-19

Confira 10 informações checadas com nossos especialistas e autoridades mundiais de saúde.
Artigo 28 outubro 2020

Existem vários mitos e informações falsas circulando, o que fazem com que as pessoas muitas vezes não tomem as medidas corretas para prevenir o contágio pelo novo coronavírus ou consumam alimentos e produtos que não impedem contrair a doença. As fake news provocam ainda a estigmatização de profissionais de saúde, migrantes e estrangeiros. 

Confira mitos e verdades sobre a pandemia da Covid-19.

1- Mosquitos transmitem Covid-19

Não há evidências de que o vírus seja transmitido por mosquitos ou moscas. Um vírus respiratório é transmitido quando uma pessoa infectada tosse, espirra ou fala e as gotículas liberadas do nariz ou da boca tocam olhos, nariz ou boca de outra pessoa. Também se transmite tocando uma superfície contaminada e levando a mão aos olhos, boca ou nariz antes de lavar as mãos.

A melhor maneira de prevenir é mantendo 2 metros de distância, lavando as mãos frequentemente e usando a máscara de forma correta, ou sejam cobrindo nariz, boca e queixo.

2- A Covid-19 é apenas mais uma gripe

Não é verdade. Verifique o número de casos de pessoas afetadas e mortes por Covid-19 em seu país para entender realmente a magnitude da pandemia. É importante verificar nossas fontes de informação e buscar dados confiáveis junto às agências de saúde.

Medidas de saúde foram desenvolvidas no mundo todo para nos proteger da Covid-19. Muitas pessoas acreditam que não há mais pandemia porque as medidas de isolamento preventivo e obrigatório estão sendo relaxadas, mas isso não significa que o surto tenha terminado e não possa nos afetar.

3- Os portadores da Covid-19 são migrantes e estrangeiros

Não importa a origem ou nacionalidade, todos nós estamos expostos ao vírus se não cumprirmos as medidas de segurança, tais como cobrir nossa boca, lavar nossas mãos e manter distância física. O vírus é transmitido de pessoa a pessoa, independentemente de sua origem.

4- O uso de máscara pode causar envenenamento por dióxido de carbono (CO2)

Não há absolutamente nenhuma evidência de que o uso de uma máscara possa causar envenenamento por dióxido de carbono.

Porém não é recomendado o uso de máscaras durante o exercício, mas isto é porque quando a pessoa transpira, a máscara fica úmida e dificulta a respiração. Isto promove o crescimento de microorganismos.

5- A hidroxicloroquina é uma opção de tratamento

A hidroxicloroquina ou cloroquina, um tratamento para a malária, lúpus eritematoso e artrite reumatóide, tem sido estudada como um possível tratamento para a Covid-19.

Dados atuais mostram que este medicamento não reduz as mortes entre os pacientes hospitalizados com Covid-19, nem ajuda as pessoas com doença moderada.*

O uso de hidroxicloroquina e cloroquina geralmente é aceito como seguro para pacientes com malária e doenças autoimunes, mas seu uso quando não é indicado e sem supervisão médica pode causar sérios efeitos colaterais e deve ser evitado.

* É necessária uma pesquisa mais detalhada para avaliar seu valor em pacientes com doenças leves ou como profilaxia pré ou pós-exposição em pacientes expostos à Covid-19.

6- Para não ter Covid-19 você deve tomar antibióticos

A Covid-19 é causada por um vírus, não por bactérias. Os antibióticos não combatem os vírus. Os profissionais de saúde podem prescrever antibióticos em casos específicos, mas isso ocorre porque uma pessoa com Covid-19 também desenvolveu uma infecção bacteriana como complicação da condição.

7- O consumo de álcool, bebidas quentes ou alho mata o vírus

Além de não proteger contra o vírus, o consumo excessivo de álcool aumenta o risco de outros problemas de saúde.

O consumo de bebidas e infusões quentes também não impede o contágio nem mata o vírus.

Comer alho também não impede que você obtenha a Covid-19. Mesmo sendo um alimento saudável (e muito saboroso!), não há evidências de que este alimento proteja contra o coronavírus.

8- No verão, a probabilidade de contratação da Covid-19 é baixa

A Covid-19 pode se espalhar tanto em climas quentes como frios, secos e úmidos. Embora normalmente as doenças respiratórias comuns possam se espalhar mais em períodos de baixas temperaturas e ambientes fechados, não há nada que indique que a variação da temperatura ambiente irá matar o vírus.

A temperatura corporal de uma pessoa varia entre 36,5°C e 37°C, independentemente da temperatura do ambiente.

9- A Covid-19 não afeta os jovens

O vírus afeta pessoas de todas as idades, portanto é responsabilidade de todos manter medidas preventivas.

Entretanto, pessoas idosas ou com condições pré-existentes (como asma, diabetes ou doenças cardíacas) correm maior risco de que doenças evoluam para um estado grave.

Pessoas em lugares em que há menos possibilidades de distanciamento físico, de implementar medidas de higiene preventivas e de manter o ambiente arejado também estão mais expostas, como as privadas de liberdade, em campos de deslocados ou as que vivem em albergues ou casas onde há grande aglomeração.

10 - O coronavírus pode ser morto borrifando o corpo com álcool ou água sanitária

Pulverizar o corpo inteiro com álcool, água sanitária ou cloro não mata o vírus que já entrou no corpo.

A pulverização dessas substâncias pode danificar roupas e mucosas (olhos, boca, nariz).

O álcool e a água sanitária podem ser usados para desinfetar superfícies, desde que as recomendações sejam seguidas corretamente.

O importante é a prevenção.

As fontes desta matéria são a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FIRC) e os especialistas do CICV.