Orientações gerais para a gestão de pessoas falecidas e prevenção ao desaparecimento no âmbito da pandemia COVID-19

09 junho 2020
Orientações gerais para a gestão de pessoas falecidas e prevenção ao desaparecimento no âmbito da pandemia COVID-19
Referência2020.1325

As presentes orientações foram elaboradas pela Delegação Regional do CICV para Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. Elas destinam-se à gestão de cadáveres de pessoas falecidas no contexto da pandemia COVID-19: casos confirmados ou suspeitos de COVID-19 e casos de pessoas falecidas por outros motivos. Seu objetivo é oferecer uma visão prática das principais recomendações sobre a gestão de cadáveres no contexto de uma epidemia de doença infecciosa, ou seja, visam assegurar o manejo adequado de corpos, o respeito pela dignidade dos mortos e de suas famílias, evitar casos de desaparecimento de pessoas devido à não implementação de padrões científicos de identificação de pessoas, e assegurar o cumprimento de medidas proteção pessoal.

Estas diretrizes concentram-se principalmente em aspectos preventivos e de planejamento, que exigem coordenação interinstitucional em larga escala, tanto em âmbito local como nacional, entre os diferentes atores encarregados de gerenciar os efeitos da pandemia.

As diretrizes destinam-se aos profissionais e aos responsáveis pela gestão, pelo planejamento e pela tomada de decisões, que contribuem para a luta global contra a pandemia de COVID-19.