Página arquivada:pode conter informações antigas

Boletim No. 13 – Terremoto no Sul da Ásia

21-10-2005 Relatório de operações

Em conseqüência do terremoto no Sul da Ásia, o CICV lançou um apelo de emergência para mais recursos e está concentrando seus esforços de socorro no fornecimento de assistência médica, abrigo, comida e água para os atingidos.

  Hospital de campanha do CICV é aberto em Muzaffarabad  

Um hospital de campanha do CICV com 100 leitos foi aberto hoje em Muzaffarabad. O hospital tem uma equipe médica de mais de 50 pessoas oferecidas principalmente pela Cruz Vermelha Norueguesa e Finlandesa, e por mais de 100 funcionários contratados localmente, entre pessoal médico e equipes de apoio. A estrutura que servirá como um hospital geral consiste num conjunto de mais de 30 tendas. Oferecerá cirurgias, obstetrícia, atendimento médico geral e pediatria.

O primeiro paciente foi uma menina com uma perna quebrada e seriamente infeccionada, um tipo de ferimento muito freqüente em virtude do terremoto. Mais de 30 vítimas do terremoto com ferimentos graves já ingressaram no hospital até agora. Vinte e nove delas – todas mulheres e crianças – foram transportadas pelo helicóptero do CICV de quatro vilarejos isolados na área de Ghori, no vale Neelum.

Leia mais detalhes no comunicado de imprensa do CICV lançado hoje

  Encontrado um local para uma nova unidade de saúde básica no vale Jhelum  

Sobrevoando de helicóptero a região leste do vale Jhelum, uma equipe do CICV identificou hoje um local perto do povoado de Gujar Bandi para instalar uma segunda unidade de saúde básica. Uma equipe médica da Cruz Vermelha Finlandesa vai montar a unidade nos próximos dias. O objetivo é fornecer cuidados médicos localmente e identificar e preparar as pessoas com ferimentos mais graves para serem transportadas para o novo hospital de campanha do CICV em Muzaffarab ad.

Há muitas demandas para que um local seja considerado adequado à instalação de um hospital de campanha. A fim de salvar o maior número de vidas possível, a unidade deve funcionar numa área prioritária no que se refere ao número de pessoas que precisam de tratamento. Deve ser acessível para uma vasta gama de povoados remotos, e dispor de terreno suficiente para a montagem da estrutura de tenda e para a aterrissagem de helicópteros.

Gujar Bandi fica localizada ao leste da atual unidade de saúde básica do CICV em Chikar, onde a Cruz Vermelha Japonesa tem fornecido assistência médica nos últimos cinco dias. Chikar serve a uma área de cerca de 80 povoados e aldeias. O trabalho médico lá está finalmente terminando.

  Restos mortais  

Lidar com os restos mortais é para as autoridades uma tarefa difícil, mas importante. Ao contrário de muitos boatos, os corpos neste estado não apresentam riscos de epidemias. No entanto, é crucial que os restos mortais sejam tratados de maneira que posteriormente possam ser identificados e de forma respeitosa da dignidade humana e da sensibilidade cultural.

Um especialista forense está assessorando as autoridades e a unidade do Exército paquistanês responsável pela coleta dos mortos a respeito das maneiras mais adequadas de garantir as melhores condições para uma posterior identificação. Formulários padrão para o registro das informações necessárias para este fim – desenvolvidos pelo CICV no âmbito de seus esforços para lidar com o tema das pessoas desaparecidas – foram entregues às autoridades.

O CICV e a Sociedade do Crescente Vermelho Paquistanesa também entregaram para a unidade do Exército que está recolhendo os mortos 850 sacos para colocar os corpos. Outros 250 foram entregues para uma organização não-governamental que trabalha na recuperação d e restos mortais.

  Cobertores de lã da Federação Russa  

O CICV continua a trazer produtos utilizados em operações de socorro estocados nos depósitos da organização em outros países.

Depois de transportar produtos do Afeganistão, Oriente Médio e Sri Lanka, um primeiro carregamento de 18.500 cobertores com 80% de lã chegou ontem a Peshawar proveniente do depósito do CICV em Nalchik, na Federação Russa, e um segundo carregamento, também de 18.500 cobertores de lã, estava hoje a caminho.

Para mais informações favor entrar em contato:

  Islamabad/Paquistão  

  Leyla Berlemont  

  Telefone satélite: ++88 216 89 80 41 45  

e-mail: attn: L.Berlemont

(telefone central do CICV em Islamabad: ++92 51 282 47 80 ou 282 47 52)

Idiomas: Inglês/Francês/Árabe

  Muzaffarabad/Caxemira administrada pelo Paquistão  

  Raza Hamdani: telefone satélite: ++88 216 511 012 97  

  Ou Helena Laatio – CICV/Cruz Vermelha Finlandesa, telefone satélite: ++88 2165 420 72 01  

     

  Nova Délhi/India  

  Caspar Landolt  

  Celular: ++91 98 11 80 66 33  

     

Telefone central do CICV em Nova Délhi: ++91 11 24 35 23 38/97 ou 24 35 43 94/95/96

Idiomas: Inglês/Francês/Alemão/Português

  Genebra/Suíça  

  Vincent Lusser  

  Celular: ++41 79 217 32 64  

Idiomas: Inglês/Francês/Alemão

  Secretaria de imprensa do CICV – Genebra  

  Tel. ++41 22 730 34 43  

     

Paquistão: GMT + 5 horas; Índia GMT + 5,5 horas; Genebra: GMT + 2 horas