Página arquivada:pode conter informações antigas

Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho repudia morte de voluntário do Crescente Vermelho Sudanês

16-02-2014 Comunicado de imprensa

Genebra – O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho está profundamente entristecido com a notícia da morte de Malik Ali al-Badawi, voluntário do Crescente Vermelho Sudanês, em decorrência da explosão de uma mina terrestre próximo a Abu Jubaiha, no Cordofão do Sul.

O incidente ocorreu enquanto os voluntários estavam a caminho para responder a uma emergência, na qual prestariam assistência às pessoas feridas depois de um ataque armado. Outros voluntários foram feridos no incidente e foram levados para hospitais da região.

Todos os dias, os voluntários e a equipe do Crescente Vermelho Sudanês prestam assistência humanitária vital para salvar as vidas de pessoas em todo o país, incluindo nas áreas mais remotas do Sudão.

O Crescente Vermelho Sudanês, a Federação Internacional de Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e o Comitê Internacional da Cruz Vermelho condenam o uso de minas antipessoal por qualquer ator e pede a todas as partes envolvidas no conflito que cumpram com o Direito Internacional.

Mais informações:

  • Benoit Matsha-Carpentier, FICV, Comunicação Pública
    Celular: +41 79 213 2413, E-mail: benoit.carpentier@ifrc.org
  • Katherine Mueller, Gerente de Comunicação, FICV, África
    Celular: +251 930 03 3413, E-mail: katherine.mueller@ifrc.org
  • Marie-Servane DESJONQUÈRES, CICV, África Central e Meridional
    Tel: +41 22 730 34 43